Letramento, novas tecnologias e a Teoria Ator-Rede: um convite à pesquisa

Marcelo El Khouri Buzato

Resumo


O presente texto busca articular o conceito de letramento (digital) com fundamentos da Teoria Ator-Rede, para refutar dois discursos dominantes sobre as (novas) tecnologias da escrita: o do determinismo tecnológico e o do neutralismo. Toma da referida teoria o axioma da inseparabilidade entre tecnologia e sociedade, assim como entre natureza e cultura. Propõe, a partir de conceitos-chave que derivam do axioma, uma concepção de letramento (digital) como rede heterogênea, constituída de associações entre humanos e não-humanos que, de forma simétrica, negociam interesses e interpretações. Aplica tal concepção a dados recuperados de uma pesquisa anterior, realizada sob outro enfoque teórico, com vistas a avaliar o poder explicativo da Teoria Ator-Rede no que tange a relação entre global e local em práticas "situadas" de letramento (digital).


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.20396/remate.v29i1.8636289

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Remate de Males



(c) Remate de Males, Campinas (SP) - ISSN 2316-5758.