A iniciativa para citações abertas: uma nova forma de organização do conhecimento

A iniciativa para citações abertas: uma nova forma de organização do conhecimento

Gildenir Carolino Santos

Isabela Doraci C. M. Xavier

 

 

A iniciativa para citações abertas fomentada pela I4OC (2018), utiliza da colaboração entre editores acadêmicos (entre eles estão: American Geophysical Union, Associação para Máquinas de Informática, BMJ, Cambridge University Press, Cold Spring Harbor Laboratory Press, EMBO Press, Royal Society of Chemistry, SAGE Publishing, Springer Nature, Taylor & Francis e Wiley) e pesquisadores para promover a disponibilidade irrestrita de dados de citações acadêmicas de seus periódicos e livros na catálogo de dados da Crossref. As citações nos “permitem atribuir e creditar contribuições científicas, e permitem a avaliação da pesquisa e seus impactos”. De acordo com a I40C (2018), “as citações são o veículo mais importante para a descoberta, divulgação e avaliação de todos os conhecimentos acadêmicos.” pensando desta maneira, surge a necessidade de disponibilidade integral das citações, estimulando e expandindo a produção científica.

O objetivo dessa iniciativa é estabelecer a liberdade das citações estruturadas, separáveis e abertas.

Estruturado significa que os dados que representam cada publicação e cada instância de citação são expressos em formatos comuns, legíveis por máquina, e que esses dados podem ser acessados ​​programaticamente. Separável significa que as instâncias de citação podem ser acessadas e analisadas sem a necessidade de acessar os produtos bibliográficos de origem (como artigos de revistas e livros) em que as citações são criadas. Aberto significa que os dados são acessíveis e reutilizáveis ​​gratuitamente. (I40C, 2018).

Os benefícios são inúmeros, entre eles podemos citar:

  • “o estabelecimento de uma rede pública global de dados de citação acadêmica vinculados para melhorar a descoberta do conteúdo publicado, tanto o acesso por assinatura como o acesso aberto.” (que auxiliará principalmente aqueles que não são membros de instituições acadêmicas e não possui assinatura em base de dados);
  • “a capacidade de construir novos serviços através dos dados de citações abertas, em benefício de editores, pesquisadores”,
  • “a criação de um gráfico de citação pública para explorar conexões entre campos de conhecimento e seguir a evolução de idéias e disciplinas acadêmicas.” (I40C, 2018).

Metade das publicações indexadas na Crossref se encontram para acesso aberto, o que resulta em meio bilhão de citações, porém ainda faltam milhões de referências no Crossref como mostra no estudo de Eck et al (2018), que faz um comparativo entre as citações coletadas pela Web of Science e a Scopus, “[…] análise mostrará que mais de três quartos das referências em WoS e mais de dois terços das referências de Scopus podem ser encontradas em Crossref, com cerca de metade dessas referências abertas.”

Espera-se que com esse novo serviço de acesso aberto às citações bibliográficas favoreçam às pesquisas no meio acadêmico e científico com a possibilidade de acesso ao documento completo.

A I4OC informa que a partir de janeiro de 2018, “a fração de publicações com referências abertas cresceu de 1% para mais de 50% em 38 milhões de artigos com referências depositadas na Crossref” (I4OC, 2018). Isso quer dizer que o restante de fontes fechadas das editoras Elsevier e Thomson domina ainda o cenário com os outros 50% de citações.

Referências:

I40C. Initiative for Open Citations. 2018. Disponível em: <https://i4oc.org/>. Acesso em: 15 fev. 2018.

VAN ECK, Nees Jan et al. Crossref como uma nova fonte de dados de citações: uma comparação com a Web of Science e Scopus. 2018. Disponível em: <https://www.cwts.nl/blog?article=n-r2s234&title=crossref-as-a-new-source-of-citation-data-a-comparison-with-web-of-science-and-scopus&utm_content=buffer00db9&utm_medium=social&utm_source=facebook.com&utm_campaign=buffer>. Acesso em: 28 fev. 2018.

Como citar este post:

SANTOS, Gildenir Carolino; XAVIER, Isabela Doraci C. M. A iniciativa para citações abertas: uma nova forma de organização do conhecimento. Blog PPEC, Campinas, v.2, n.1, jan. 2018. ISSN 2526-9429. Disponível em: <https://periodicos.sbu.unicamp.br/blog/index.php/2018/02/15/citacoesabertas/>.  Acesso em: dia mês abreviado ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.