A importância e o impacto da Publicação Contínua (PC) nos Periódicos Eletrônicos

A importância e o impacto da Publicação Contínua (PC) nos Periódicos Eletrônicos

Camila Martins Rodrigues
Gildenir Carolino Santos

 

Desde a entrada da Internet no universo da editoração eletrônica, um novo método de publicação online foi criado com a intenção de facilitar os processos editoriais e de publicações, além de dar uma maior visibilidade dos artigos publicados.

Criado a um certo tempo no continente europeu, e agora ganhando espaço nas Américas, esse método é chamado de publicação contínua (rolling pass), ou simplesmente PC, que é a publicação dos artigos em um único volume sem pausas periódicas, sem a espera do fechamento de um número para publicar outro, o que pode diminuir na visibilidade dos artigos, e ganhando mais impacto na consulta e citações dos artigos. A SciELO fez um Guia para Publicação Contínua, e define bem essa modalidade dissertando que ela é:

[…] a possibilidade inovadora da publicação contínua de artigos sem a necessidade de esperar a composição completa dos fascículos ou de edições seriadas. Essa modalidade promove rapidez no processo de comunicação e disponibilização das pesquisas com inúmeras vantagens para os usuários de informação científica: pesquisadores, estudantes, leitores, editores e agências de financiamento. (SciELO, 2018).

Alguns dos periódicos do Portal de Periódicos Eletrônicos Científicos da UNICAMP já adotaram a PC. Sete dos trinta periódicos do Portal que passaram a adotar a PC, estão satisfeitos com essa mudança. A mudança acontece entre os períodos de 2017 e 2019, adiantando muito os artigos aprovados a serem publicados. A saber temos:

O objetivo do portal é que a maioria dos periódicos passem a adotar esse sistema de publicação, para minimizar o problema do tempo de publicação entre o aceite a divulgação do artigo aprovado, justamente pela grande demanda de submissões recebidas pelas revistas. Também consideramos uma forma de dar visibilidade e ampliar o acesso aos artigos já arbitrados, permitindo que sejam editorados, formatados, validados os DOI´s e publicados continuamente.

Uma grande dúvida deve surgir quando pensamos sobre qual seria a diferença da Publicação Contínua para a publicação Ahead of Print (AOP), mas a SciELO respondeu essa questão disponível no guia citado anteriormente:

Qual a diferença de um artigo em AOP e um artigo na publicação contínua (PC)?

Ambos os documentos representam artigos já finalizados, no entanto o AOP ainda não integra um fascículo e portanto não possui as informações de volume, número, paginação, data e seção e será incluído num fascículo posteriormente. Já o artigo da publicação contínua possui todos as informações de composição de fascículo, não possui paginação convencional e sim um identificador eletrônico (e-location id). A principal característica de uso destas modalidades, é que o AOP atende às necessidades de periódicos que ainda publicam na versão impressa e necessitam continuar utilizando paginação sequencial dos artigos, já a modalidade publicação contínua é essencialmente voltada a periódicos que só publicam na versão online.

Até certo tempo as respectivas publicações citadas acima usavam essa modalidade de AOP, mas viram que a vantagem maior é estar utilizando a PC. Alguns ainda do Portal usam a modalidade AOP, mas não demorará muito, até enxergarem as vantagens que essa modalidade (PC) proporcionará ao periódico no aceleramento de dados às pesquisas.

 

COMO CITAR ESTE POST

RODRIGUES, Camila Martins; SANTOS, Gildenir Carolino. A importância e o impacto da Publicação Contínua (PC) nos Periódicos Eletrônicos. Blog PPEC, Campinas, v.1, n.1, jan. 2019. ISSN 2526-9429. Disponível em: http://periodicos.sbu.unicamp.br/blog/index.php/2019/01/15/pc/. Acesso em: dia mês abreviado ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.