Organização subjetiva do espaço e compartilhamento do território. Paisagens automobilísticas em questão

  • Renato Balbim Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Paisagens automobilísticas. Organização do espaço. Configuração territorial

Resumo

O objetivo desse artigo é questionar o conceito de paisagem como um instrumento de mediação entre individuos e mundo. A partir da distinção entre paisagem e configuração territorial afirmamos o papel objetivo dessa construção cultural na definição de práticas espaciais. As paisagens ligadas aos deslocamentos em automóvel em São Paulo formam o pano de fundo e sugerem o desenvolvimento de reflexões.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renato Balbim, Universidade Estadual de Campinas
Doutor em Geografia Humana - USP (2003), Pesquisador do Institut Français d`Urbanisme (2001), Especialista em reestruturação urbana pela Universidade de Paris I Pantheon-Sorbonne (1998), Especialista em Políticas Públicas Urbanas na ENA (École Nacional d`Administration) em Paris (2013). Desde junho de 2009 é Técnico de Planejamento e Pesquisa do IPEA, onde foi Assessor Técnico da Presidência e Coordenador de Projetos da Diretoria de Estudos e Políticas Regionais, Urbanas e Ambientais DIRUR/IPEA. Atualmente representa o IPEA no Conselho de Assuntos Federativos da Presidência da República, no Observatório dos Consórcios Públicos e da Federação, no Conselho Nacional das Cidades e no Grupo de Trabalho Interministerial pelo Pacto da Mobilidade Urbana. Além disso, coordena as pesquisas da área urbana do IPEA com a Agence Française de Développement e com o ITDP. Desde 2012 faz parte do Conselho Editorial da Revista da Associação Nacional de Transportes Públicos ANTP. Foi consultor do Cities Alliance Banco Mundial, em 2005. Foi professor universitário (substituto) na Universidade Estadual Paulista - UNESP (2003), no Departamento de Antropologia, Política e Filosofia e na Universidade de Brasília - UNB (2004) curso de geografia humana. Trabalhou no Ministério das Cidades em diversos cargos (2003) onde coordenou equipes de trabalho envolvendo governos locais, ministérios e organismos internacionais (Cooperações técnicas com Itália, Espanha e França, UNESCO, ABC, IPHAN, RFFSA, Ministérios do Planejamento, Previdência e Cultura). Desenvolveu pesquisas sobre mobilidade urbana no Instituto Francês de Urbanismo (2001).
Publicado
2015-10-07
Como Citar
Balbim, R. (2015). Organização subjetiva do espaço e compartilhamento do território. Paisagens automobilísticas em questão. RUA, 8(1), 111-128. https://doi.org/10.20396/rua.v8i1.8640736
Seção
Estudos