Caetana e Inácia: duas histórias de mulheres na sociedade escravocrata brasileira

Autores

  • Elciene Azevedo Universidade Estadual de Campinas

Resumo

Lançado nos Estados Unidos em 2002, o mais recente livro da historiadora Sandra Lauderdale Graham trata de um tema tão relevante quanto polêmico. Autora de um estudo sobre a relação entre escravas e senhores no Rio de Janeiro na segunda metade do século XIX (Proteção e Obediência, Companhia das Letras, 1992), Sandra Graham analisa, desta feita, duas histórias de mulheres que viveram em fazendas de café na região do Vale do Paraíba entre as décadas de 1830 e 1860, e que a seu próprio modo questionaram as regras implícitas de um mundo social em que os homens ocupavam os postos de comando.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Elciene Azevedo, Universidade Estadual de Campinas

Professora Adjunta de Teoria e Metodologia da História na Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS - Ba), desde 2010. Possui graduação (1994), mestrado (1997) e doutorado (2003) em História pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) . Atuou como bolsista PRODOC - CAPES vinculada ao programa de pós-graduação em História da Universidade Federal da Bahia (UFBa), de junho de 2008 a julho de 2010

Downloads

Publicado

2016-04-04

Como Citar

AZEVEDO, E. Caetana e Inácia: duas histórias de mulheres na sociedade escravocrata brasileira. Cadernos Pagu, Campinas, SP, n. 26, p. 455–461, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8644751. Acesso em: 24 set. 2021.

Edição

Seção

Resenhas