Jesus, D. S. V. de (2021) “Como era bizarro o nosso cinema: transgressão conservadora de sady baby”, Cadernos Pagu. Campinas, SP, (60), p. e206010. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8664588 (Acessado: 27outubro2021).