[1]
M. Tarducci, “"O senhor nos libertou": gênero, família e fundamentalismo”, Cad. Pagu, nº 3, p. 143-163, jan. 2007.