[1]
J. Leite Júnior, “Labirintos conceituais científicos, nativos e mercadológicos: pornografia com pessoas que transitam entre os gêneros”, Cad. Pagu, nº 38, p. 99-128, abr. 2016.