[1]
D. Pinheiro, “Jogo de damas: trajetórias de mulheres nas ciências sociais paulistas (1934-1969)”, Cad. Pagu, nº 46, p. 165-196, jun. 2016.