A questão do contexto na análise textual

Clemilton Lopes Pinheiro

Resumo


Nosso objetivo, neste trabalho, é realizar um estudo teórico sobre a relação texto, contexto e referência e discutir sobre a maneira como a análise textual pode operar com essas noções e como pode formular o seu papel na construção do sentido do texto. Focalizamos as propostas analíticas de duas abordagens de grande inserção nos estudos linguísticos brasileiros: a Análise Textual dos Discursos e a Perspectiva Textual-interativa.

Palavras-chave


contexto; sentido; referência; texto.

Texto completo:

PDF

Referências


ADAM, Jean-Michel. Texte, contexte et discours en question. Pratiques, n. 129-130, 2006, p. 21-34.

ADAM, Jean-Michel. A linguística textual: introdução à análise textual dos discursos. São Paulo: Cortez, 2008.

ADAM, Jean-Michel. “Viva o Québec livre”: análise textual de um discurso do general De Gaulle. In: ADAM, Jean-Michel et al. (Orgs.). Análises textuais e discursivas – metodologias e aplicações. São Paulo: Contexto, 2010, p. 95-126,

ADAM, Jean Michel. Analyse textuelle des discours: niveaux ou plans d´analyse. Filologia e Linguística Portuguesa, n. 14(2), 2012, p. 191-202.

APOTHÉLOZ, Denis. Rôle et fonctionnement de l´anaphore dans la dynamique textuelle. Librairie Droz: Genève-Paris, 1995.

BERDÁDEZ, Enrique. Introducción a la linguística del texto. Espasa-Calpe: Madrid, 1982.

CAVALCANTE, Mônica M.; PINHEIRO, Clemilton L.; LINS, Maria da Penha P.; LIMA, Geralda. Dimensões textuais nas perspectivas sociocognitiva e interacional. In: BENTES, Anna C.; LEITE, Marli Q. (Orgs.). Linguística de texto e Análise da conversação: panorama das pesquisas no Brasil. São Paulo: Cortez, 2010, p. 225-261.

CAVALCANTE, Mônica M. Referenciação: sobre coisas ditas e não ditas. Fortaleza: Edições UFC, 2011.

COSERIU, Eugenio. Lingüística del texto – Introducción a la hermenêutica del sentido. Edición, anotación y estúdio previo de Óscar Loureda Lams. Madrid: Arco/Libros, 2007.

HILDERT, José G. Parafraseamento. In: JUBRAN, Clélia. C. A. S. e KOCH, Ingedore G. V. (Orgs.). Gramática do português falado culto falado no Brasil – a construção do texto falado. v. I. Campinas: Editora da UNICAMP, 2006, p. 275-299.

KATO, Aizava M. (Org.). Gramática do Português falado, vol. V. Campinas: Editora da Unicamp, 1996.

KOCK, Ingedore G. V. e ELIAS, Vanda M. Ler e escrever: estratégias de produção textual. São Paulo: Contexto, 2009.

JUBRAN, Clélia. C. A. S. A Perspectiva textual-interativa. In: JUBRAN, Clélia. C. A. S. e KOCH, Ingedore G. V. (Orgs.). Gramática do português falado culto falado no Brasil – a construção do texto falado. v. I. Campinas: Editora da UNICAMP, 2006, 27-36.

JUBRAN, Clélia. C. A. S. Parentização. In: JUBRAN, Clélia. C. A. S. e KOCH, Ingedore G. V. (Orgs.). Gramática do português falado culto falado no Brasil – a construção do texto falado. v. I. Campinas: Editora da UNICAMP, 2006a, p. 301-357.

JUBRAN, Clélia C. A. Uma gramática textual de orientação interativa. In: CASTILHO, Ataliba T. de; MORAIS, Maria A. Torres; LOPES, Ruth E. V. e CYRINO, Sônia M. Lazzarini (Orgs.) Descrição , História e Aquisição do Português Brasileiro. São Paulo: Fapesp, Campinas: Pontes Editores, 2007, p. 313-327.

JUBRAN, Clélia C. A. S. Referenciação. In: CASTILHO, Ataliba T. e HORA, Dermeval da (Orgs.). História do Português Brasileiro: versão preliminar. João Pessoa: UFPB, 2010, p. 304-17.

MONDADA, Lorenza. Verbalisation de l´espace et fabrication du savoir: Approche linguistique de la construction des objets de discours. (Tese). Lausanne: Université de Lausanne, 670 p.

PINHEIRO, Clemilton L. Estratégias textuais-interativas: a articulação tópica. Maceió: Edufal, 2015.

RODRIGUES, Maria das Graças S.; PASSEGGI, Luis; SILVA NETO, João Gomes da. “Voltarei. O povo me absolverá...”: a construção de um discurso político de renúncia. In: ADAM, Jean-Michel et al. (Orgs.). Análises textuais e discursivas – metodologias e aplicações. São Paulo: Contexto, 2010, p. 150-195.

SCHMOLL, Patrick. Production et interpretaction du sens: la notion de contexte est-elle opératoire? Scolia, 6, 1999, p. 235-55.




DOI: https://doi.org/10.20396/cel.v59i1.8648375

Métricas do Artigo

Carregando métricas...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

(c) Cad. Estud. Linguíst., Campinas (SP) - ISSN 2447-0686.