Padrão de atividade física em gestantes usuárias do Sistema Público de Saúde

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/conex.v19i1.8659354

Palavras-chave:

Exercício físico, Gestação, Sistema Único de Saúde (SUS), Equivalente metabólico

Resumo

Objetivos: Descrever o padrão de atividade física de gestantes usuárias de Unidades Básicas de Saúde, investigar a média do gasto energético relacionados aos domínios de atividade física. Métodos: Trata-se de um estudo transversal conduzido entre 799 gestantes atendidas nas Unidades Básicas de Saúde de Ribeirão Preto, SP. A prática de atividade física foi avaliada por meio do questionário de “frequencia de  atividade física diária” específico para gestantes, no qual foram obtidas a frequência, duração e o equivalentes metabólicos das atividades físicas. Resultados: A maioria das gestantes apresentaram o padrão sedentário (57%) seguido pelo padrão leve (43%). Em relação aos domínios de atividades físicas, o domínio doméstico teve a maior média de gasto energético (733,7), enquanto que, o domínio de lazer apresentou a menor média (20,5). Verificou-se que as variáveis idade acima de 30 anos , escolaridade baixa , solteira, não ser chefe de família, não trabalhar fora, e ter filhos, tiveram associações com o padrão sedentário. Conclusões: Elevada prevalência de sedentarismo foi observada entre as gestantes estudadas, sugerindo a necessidade de ações de promoção de atividade física neste público, principalmente no domínio de lazer.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carla Micheli da Silva, Universidade de São Paulo

Doutoranda em Saúde Pública na Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. 

Daniela Saes Sartorelli, Universidade de São Paulo

Livre docente em Epidemiologia Nutricional pelo Departamento de Medicina Social da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Professora Associada Departamento de Medicina Social da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

Dalmo Roberto Lopes Machado, Universidade de São Paulo

Livre Docente na Área de Conhecimento de Medidas e Avaliação em Educação Física e Esporte pela Universidade de São Paulo e Pós-Doutorando na Faculdade do Desporto da Universidade do Porto. Professor Associado da Escola de Educação Física e Esporte de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo.

Gleici da Silva Castro Perdoná, Universidade de São Paulo

Doutorado em Ciências da Computação e Matemática Computacional pela Universidade de São Paulo. Coordenadora do projeto financiado pela FAPESP intitulado “construção do assistente virtual para gestantes: acompanhamento da atividade física”.

 

Referências

ACOG Committee Obstetric Practice. ACOG Committee opinion no. 267, January 2002: Exercise during pregnancy and the postpartum period American college of obstetricians and gynecologists. Obstetrics Gynecology, v. 99, n. 1, p. 171-173, jan., 2002. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/11777528/

AINSWORTH, Barbara E.; HASKELL, William L.; WHITT, Melicia C.; IRWIN, Melinda L.; SWARTZ, Ann M.; STRATH, Scot J.; O’BRIEN, William L.; BASSETT, David R. J. R.; SCHMITZ, Kkathryn H.; EMPLAINCOURT, Patricia O.; JACOBS JR, David R.; LEON, Arthur S. Compendium of physical activities: an update of activity codes and MET intensities. Medicine & science in sports & exercise, v. 32, n. 9, p. S498-S516, 2000.

ARTAL, Raul; O'TOOLE, Mattew. Guidelines of the American College of Obstetricians and Gynecologists for exercise during pregnancy and the postpartum period. British journal of sports medicine, v. 37, n. 1, p. 6-12, 2003.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EMPRESA DE PESQUISA (ABEP). Dados com base no levantamento socioeconômico 2015 – IBOPE. São Paulo; ABEP; 23 março. 2015. Disponível em: http://www.abep.org. Acesso em: 15 set 2017

ATALAH, Samur. Propuesta de um nuevo estándar de evaluación nutricional em embarazadas. Revista de Medicina Do Chile, v. 125, p. 1429-1436, 1997.

BARBIEIRI, Patrícia; NUNES, Juliana C.; TORRES, Alexandre G.; NISHIMURA, Renata Y.; ZUCCOLOTO, Daniela C. C.; CRIVELLENTI, Lívia C.; FRANCO, Laércio J.; SARTORELI, Daniela S. Indices of dietary fat quality during midpregnancy is associated with gestational diabetes. Nutrition, v. 32, n. 6, p. 656-661, 2016.

BATISTA, Daniele C.; CHIARA, Vera L.; GUGELMIN, Sílvia A.; MARTINS, Patrícia D. Atividade física e gestação: saúde da gestante não atleta e crescimento fetal. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil, v. 3, n. 2, p. 151-158, 2003.

BICALHO, Elton de Souza. Fatores associados à prática de atividade física no primeiro trimestre em uma coorte de gestantes do Município do Rio de Janeiro. 2006. Dissertação (Mestrado em Nutrição) – Instituto de Nutrição Josué de Castro, Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2006.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde. Gestação de alto risco. 3. ed. Brasília/DF, 2000.

CARVALHAES, Maria Antonieta de Barros Leite; MARTINIANO, Ana Carolina de Almeida; MALTA, Maíra Barreto; TAKITO, Monica Yuri; BENÍCIO, Maria Helena D’Aquino. Atividade física em gestantes assistidas na atenção primária à saúde. Revista de Saúde Pública, v. 47, n. 5, p. 958-967, 2013.

CHASAN-TABER, Lisa; SCHMIDT, Michael D.; ROBERTS, Dawn E.; HOSMER, David; MARKENSON, Glenn; FREEDSON, Patty S. Development and validation of a pregnancy physical activity questionnaire. Medicine & Science in Sports & Exercise, v. 36, n. 10, p. 1750-1760, 2004.

DOMINGUES, Marlos Rodrigues; BARROS, Aluísio J. D. Leisure-time physical activity during pregnancy in the 2004 Pelotas Birth Cohort Study. Revista de Saúde Pública, v. 41, p. 173-180, 2007.

GUSTAVO, Andréia S. Epidemiologia da Atividade Física e sua Associação com Obesidade em Amostra Representativa da População Adulta de Porto Alegre. 2010. 149 f. Tese (doutorado em epidemiologia)- Faculdade de Medicina, Universidade do Rio Grande do Sul, 2010.

INSTITUTE OF MEDICINE (US). SUBCOMMITTEE ON NUTRITIONAL STATUS et al. Nutrition during pregnancy: part I, weight gain: part II, nutrient supplements. Natl Academy Pr, 1990.

KHASHAN, Ali S.; KENNY, Louise C. The effects of maternal body mass index on pregnancy outcome. European journal of epidemiology, v. 24, n. 11, p. 697, 2009.

MALTA, Maíra Barreto; CARVALHAES, Maria A. B. L.; TAKITO, Mônica; TONETE, Vera Lucia P.; BARROS, Aluíso J. D.; PARADA, Cristina M. G. L.; BENÍCIO, Maria Helena D’Aquino. Educational intervention regarding diet and physical activity for pregnant women: changes in knowledge and practices among health professionals. BMC pregnancy and childbirth, v. 16, n. 1, p. 175, 2016.

MCMILLAN, Amy Gross; MAY, Linda E.; GAINES, Georgeanna Gower; ISLER, Christy; KUEHN, Devon. Effects of Aerobic Exercise during Pregnancy on One-Month Infant Neuromotor Skills. Medicine and science in sports and exercise, v.51, n.8, p.1671-1676, 2019.

OLIVEIRA, Cibele Santini; IMAKAWA, Thiago dos Santos; MOÍSES, Elaine, DANTAS, Christine S. Physical Activity during Pregnancy: Recommendations and Assessment Tools. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, v. 39, p. 08, p. 424-432, 2017.

RIEBE, Deborah; ERHMAN, Jonathan K.; LIGUORI, Gary; MAGAL, MEIR (Eds.). ACSM's guidelines for exercise testing and prescription. 10. ed. Wolters Kluwer, 2018.

ROMERO, Simone Cristina S.; KURASAHIMA, Carolina H.; ROMERO, Alexandre; TAKITO, Mônica Y. A influência dos profissionais de saúde sobre a prática de atividade física no lazer em gestantes. Pensar a Prática, v. 18, n. 3, 2015.

SCHMIDT, Michael D.; FREEDSON, Patty S.; PEKOW, Penelope; ROBERTS, Dawn; STERNFELD, Barbara; CHASAN-TABER, Lisa. Validation of the Kaiser Physical Activity Survey in pregnant women. Medicine & science in sports & exercise, v. 38, n. 1, p. 42-50, 2006.

SILVA, Francisco Trindade. Avaliação do Nível de Atividade Física durante a Gestação. 2007.136 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2007. Disponível em: http://www.uece.br/cmasp/dmdocuments/trindade_2007.PDF

TAKITO, Monica Y.; BENÍCIO, Maria Helena D’Aquino; NERI, Lenycia D. C. L. Physical activity by pregnant women and outcomes for newborns: a systematic review. Revista de Saúde Pública, v. 43, n. 6, p. 59-69, 2009.

TAKITO, Monica Y.; NERI, Lenycia D. C. L.; BENÍCIO, Maria Helena D’Aquino. Avaliação da reprodutibilidade e validade de questionário de atividade física para gestantes. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 14, n. 2, p. 132-138, 2008.

TAVARES, Jousileni D. S.; MELO, Adriana S. O.; AMORIM, Melania Maria R.; BARROS, Vivianne O.; TAKITO, Mônica Y.; BENÌCIO, Maria Helena D’Aquino; CARDOSO, Maria Aparecida A. Physical activity patterns in pregnant women attending the family health program of Campina Grande-PB. Revista Brasileira de Epidemiologia, v. 12, n. 1, p. 10-19, 2009.

R CORE TEAM. R: A language and environment for statistical computing. 2013, Vienna, Austria: R Foundation for Statistical Computing. URL http://www. R-project. org, 2013.

WORLD HEALTH ORGANIZATION (Org.). Global recommendations on physical activity for health. World Health Organization, 2010.

Downloads

Publicado

2021-06-10

Como Citar

SILVA, C. M. da; SARTORELLI, D. S.; MACHADO, D. R. L. .; PERDONÁ, G. da S. C. . Padrão de atividade física em gestantes usuárias do Sistema Público de Saúde. Conexões, Campinas, SP, v. 19, n. 1, p. e021003, 2021. DOI: 10.20396/conex.v19i1.8659354. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conexoes/article/view/8659354. Acesso em: 20 set. 2021.

Edição

Seção

Artigo Original