Determinantes do desempenho esportivo na ginástica de trampolim

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/conex.v19i1.8661893

Palavras-chave:

Aptidão, Esportes juvenis, Desempenho atlético

Resumo

Introdução: encontrar crianças com elevado potencial esportivo é uma importante etapa para o processo de formação esportiva, pois é o primeiro passo na descoberta de novos talentos visando o alto rendimento. O objetivo foi investigar os determinantes do desempenho na ginástica de trampolim e sua importância atribuída de acordo com os aparelhos da modalidade. Metodologia: participaram 40 experts (treinadores, gestores e árbitros) de ginástica de trampolim com experiência nacional e internacional. Os experts responderam sobre a importância atribuída aos fatores antropométricos, físico-motor, técnico, tático, psicológico e socioambiental. Avaliaram a importância dos fatores e indicadores de desempenho nos aparelhos trampolim acrobático, tumbling e duplo minitrampolim. Resultados e discussão: os determinantes do desempenho em ordem de importância decrescente foram: físico-motores, técnicos, psicológicos, táticos, antropométricos e socioambientais, com variação entre os aparelhos. Os indicadores de desempenho: massa muscular, velocidade, agilidade, flexibilidade, equilíbrio e força rápida de membros superiores apresentaram diferenças entre os aparelhos. Conclusão: revelou-se a opinião dos experts sobre quais os fatores e indicadores de desempenho são os mais importantes na ginástica de trampolim com implicações na detecção e seleção de talentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Luíza Ferreira , Universidade Federal de Ouro Preto

Graduanda em Educação Física pela Universidade Federal de Ouro Preto.

Paulo Carrara, Universidade de São Paulo

Doutor em Educação Física pela Universidade de São Paulo. Professor Colaborador da Escola de Artes, Ciências e Humanidades, Universidade de São Paulo.

Kerly Priscila Jesus de Oliveira, Universidade Federal de Ouro Preto

Graduanda em Educação Física pela Universidade Federal de Ouro Preto.

Newton dos Santos Vianna Júnior, Federação Mineira de Ginástica

Mestrado em Ciências do Esporte pela Universidade Federal de Minas Gerais. Comissão Técnica e Científica da Federação Mineira de Ginástica.

Francisco Zacaron Werneck, Universidade Federal de Ouro Preto

Doutorado em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Professor Adjunto da Escola de Educação Física da Universidade Federal de Ouro Preto.

Referências

AGUIAR, Caio M. Importância atribuída por treinadores aos determinantes do desempenho no atletismo. 2018. 32 f. Monografia (Graduação em Educação Física) - Departamento de Educação Física, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2018.

ALBUQUERQUE, Patrícia Arruda de; FARINATTI, Paulo de Tarso Veras. Desenvolvimento e validação de um novo sistema de seleção de talentos para a ginástica olímpica feminina: a Bateria PDGO. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, v. 13, n. 3, p. 157-164, 2007.

BACCIOTTI, Sarita; BAXTER-JONES, Adam; GAYA, Adroaldo; MAIA, José. Body physique and proportionality of Brazilian female artistic gymnasts. Journal of sports sciences, v. 36, n. 7, p. 749-756, 2018.

BACCIOTTI, Sarita; GAYA, Adroaldo; PEREIRA, Sara; GOMES, Thayse; BACCIOTTI, Franciscarlos; BAXTER-JONES, Adam; MAIA, José. Seleção em ginástica artística feminina no Brasil. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 41, n. 1, p. 51-58, 2019.

BÖHME, Maria Tereza Silveira. O treinamento a longo prazo de detecção, seleção e promoção de talentos esportivos. Revista brasileira de ciências do esporte. Revista brasileira de ciências do esporte, v. 21, n. 2, p. 4-10, 2000.

BOMPA, Tudor O. Periodização: teoria e metodologia do treinamento. São Paulo: Phorte, 2002.

BORTOLETO, Marco; CARRARA, Paulo; ROVERI, Murilo Guarniei. Trampoline gymnastics: the Brazilian participation at international championships-the olympic games still a dream. Science of Gymnastics Journal, v. 10, n. 3, p. 467-483, 2018.

BRESSEL, Eadric; YONKER, Joshua C.; KRAS, John; HEATH, Edward M. Comparison of static and dynamic balance in female collegiate soccer, basketball, and gymnastics athletes. Journal of athletic training, v. 42, n. 1, p. 42-46, 2007.

CARR, Gerry. Mechanics of Sport: A Practitioner's Guide. Champaign, IL: Human Kinetics, 1997.

CBG, Confederação Brasileira de Ginástica. Regulamento Técnico Campeonatos Brasileiros - GTR - 2017. Aracaju: Confederação Brasileira de Ginástica, 2017.

CÔTÉ, Jean; SALMELA, John; TRUDEL, Pierre; BARIA, Abderrahim; RUSSEL, Storm. The Coaching Model: A grounded assessment of expert gymnastic coaches´s knowledge Journal of Sport and Exercise Psychology, v. 17, n. 1, p. 1-17, 1995.

CRIPPS, Ashley J.; HOPPER, Luke S.; JOYCE, Christopher. Coaches’ perceptions of long-term potential are biased by maturational variation. International Journal of Sports Science & Coaching, v. 11, n. 4, p. 478-481, 2016.

DOUDA, Helen T.; TOUBEKIS, Argyris G.; AVLONITI, Alexandra A.; TOKMAKIDIS, Savvas P. Physiological and Anthropometric Determinants of Rhythmic Gymnastics Performance. International Journal of Sports Physiology and Performance, v. 3, n. 1, p. 41-54, 2008.

ESPOSITO, Paul W.; ESPOSITO, Lisa M. The reemergence of the trampoline as a recreational activity and competitive sport. Current Sports Medicine Reports, v. 8, n. 5, p. 273-277.

FARIA, Irvin E.; FARIA, Erik W. Relationship of the anthropometric and physical characteristics of male junior gymnasts to performance. Journal of Sports Medicine and Physical Fitness, v. 29, n. 4, p. 369-378, 1989.

FIG, Fédération Internationale de Gymnastique. 2017 – 2020 Code of Points: Trampoline Gymnastics. Lausanne: Fédération Internationale de Gymnastique, 2017.

FIG, Fédération Internationale de Gymnastique. Parkour: Presentation. Lausanne, 2019. Disponível em: www.gymnastics.sport/site/pages/disciplines/pres-pk.php. Acesso em: 16 out. 2020.

FIG, Fédération Internationale de Gymnastique. FIG Apparatus Norms. Lausanne: Fédération Internationale de Gymnastique, 2020.

FONTANA, Keila Elizabeth; SOARES, Edgard Keene von Koenig; SANTOS, Jônatas de Oliveira; MOLINA, Guilherme Eckhardt; RIEHL, Osmar. Antropometria e aptidão física de ginastas brasileiros de alto rendimento. Fitness & performance journal, v. 10, n. 1, p. 19-25, 2014.

GREENWOOD, Daniel; DAVIDS, Keith; RENSHAW, Ian. Experiential knowledge of expert coaches can help identify informational constraints on performance of dynamic interceptive actions. Journal of Sports Sciences, v. 32, n. 4, p. 328-335, 2014.

HIRATA, Ana Claudia de Souza; OLIVEIRA, Rodrigo Franco de. Protocolo de treinamento proprioceptivo para atletas de Ginástica Rítmica GR. Conscientiae saúde,São Paulo, v. 14, n. 4, p. 634-640, 2015.

KUNZE, Horst. World Age Group Competition Rules 2017 – 2020. Retrieved from FIG publications, Lausanne. Lausanne: FÉDÉRATION INTERNATIONALE DE GYMNASTIQUE: 1-4 p. 2019.

LANARO FILHO, Pedro; BÖHME, Maria Teresa Silveira. Detecção, seleção e promoção de talentos esportivos em ginástica rítmica desportiva: um estudo de revisão. Revista Paulista de Educação Física, São Paulo, v. 15, n. 2, p. 154-168, 2001.

LARKIN, Paul; O’CONNOR, Donna. Talent identification and recruitment in youth soccer: Recruiter’s perceptions of the key attributes for player recruitment. PLOS ONE, v. 12, n. 4, e0175716, 2017.

MALINA, Robert M.; BOUCHARD, Claude. Atividade física do atleta jovem: do crescimento à maturação. São Paulo: Editora Roca, 2002.

MASSUÇA, Luís; FRAGOSO, Isabel. Do talento ao alto rendimento: indicadores de acesso à excelência no handebol. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte,São Paulo, v. 24, n. 4, p. 483-491, 2010.

MILLISTETD, Michel; MESQUITA, Isabel; SOUZA SOBRINHO, Antonio; CARRARA, Paulo; NASCIMENTO, Juarez V. Coaches representation about detection and selection of talents on the brazilian volleyball. International Journal of Sports Science, v. 3, n. 4, p. 157-162, 2013.

MOREIRA, Jorge; ARAÚJO, Carlos. Manual técnico e pedagógico de Trampolins. Porto: Porto Editora, 2004.

NUNOMURA, Myrian; CARRARA, Paulo; TSUKAMOTO, Mariana. Ginástica artística e especialização precoce: cedo demais para especializar, tarde demais para ser campeão! Revista brasileira de Educação Física e Esporte,São Paulo, v. 4, n. 3, p. 305-314, 2010.

NUNOMURA, Myrian; PIRES, Fernanda; CARRARA, Paulo. Análise do Treinamento na Ginástica Artística Brasileira. Revista Brasileira de Ciências do Esporte,Campinas, v. 31, n. 1, p. 25-40, 2009.

OLIVEIRA, Kerly Priscila Jesus. Perfil multidimensional de jovens ginastas de trampolim brasileiros. 2018. 38 f. Monografia (Graduação em Educação Física) - Departamento de Educação Física, Universidade Federal de Ouro Preto, Ouro Preto, 2018.

PANKHURST, Anne; COLLINS, Dave. Talent Identification and Development: The Need for Coherence Between Research, System, and Process. Quest, v. 65, n. 1, p. 83-97, 2013.

SEREDYŃSKI, Antoni; POLAK, Ewa. Physical Fitness of Girls Practising Acrobatic and Trampoline Gymnastics Compared to that of Girls Practising other Sports in the Subcarpathian Province Team. Polish Journal of Sport and Tourism, v. 22, n. 3, p. 158-164, 2015.

SIAHKOUHIAN, Marefat; AALIZADEH, Bahman; ESMAEILZADE, S. Talent identification of elite Iranian male artistic and trampoline gymnasts. Middle-East Journal of Scientific Research, v. 16, n. 1, p. 51-54, 2013.

TSUKAMOTO, Mariana; NUNOMURA, Myrian; CARRARA, Paulo. Ginástica Artística. In: BÖHME, Maria Tereza Silveira (Ed.). Esporte infanto-juvenil: Treinamento a longo prazo e talento esportivo. São Paulo: Phorte, 2011. v. 1, cap. 18, p. 409-426.

UÇAN, Izzet. The Effect of Body Composition and Physical Fitness Factors on Performance Prediction of Elite Male Trampolines. Journal of Education and Training Studies,Beaverton, v. 6, n. 4, p. 30-38, 2018.

WERNECK, Francisco Zacaron; FERREIRA, Renato Melo; COELHO, Emerson Filipino; SOBREIRA, Diana Izaías; PAULA, Hugo Leonardo Barros de; MIRANDA, Luciano; RIBAS, Paulo Roberto; FIGUEIREDO, António José Barata. Projeto atletas de ouro: validade e estabilidade do diagnóstico do potencial esportivo em escolares de um colégio militar. Revista de Educação Física, v. 86, n. 2, p. 139-141, 2017a.

WERNECK, Francisco Zacaron; COELHO, Emerson Filipino; SOARES, Everton Rocha; PAULA, Heber Eustáquio de; FERREIRA, Renato Melo. Projeto Atletas de Ouro: modelagem do potencial esportivo de jovens atletas de ginástica de trampolim: relatório técnico do estudo realizado no campeonato estadual e brasileiro por idades Ouro Preto – MG/ julho 2017. Ouro Preto: UFOP, 2017b. p. 33. Disponível em: http://www.repositorio.ufop.br/handle/123456789/11656. Acesso em: 16 out. 2020.

ZATSIORSKY, Vladimir M.; KRAEMER, William J. Science and Practice of Strength Training. 2nd ed. Champaign: Human Kinetics, 2006.

Downloads

Publicado

2021-09-24

Como Citar

Ferreira , A. L., Carrara, P., Oliveira, K. P. J. de ., Vianna Júnior, N. dos S., & Werneck, F. Z. (2021). Determinantes do desempenho esportivo na ginástica de trampolim. Conexões, 19(00), e021035. https://doi.org/10.20396/conex.v19i1.8661893

Edição

Seção

Artigo Original

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)