Banner Portal
O social sob o “tacão de ferro” da política econômica do período 2003-2006
PDF

Palavras-chave

Brasil – Política econômica. Brasil – Política e Governo – 2003- . Silva
Luis Inácio Lula da
1945- . Previdência Social. Sistema Único de Saúde (SUS)

Como Citar

MARQUES, Rosa Maria; MENDES, Áquilas. O social sob o “tacão de ferro” da política econômica do período 2003-2006. Economia e Sociedade, Campinas, SP, v. 18, n. 3, p. 567–582, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/ecos/article/view/8642752. Acesso em: 21 abr. 2024.

Resumo

O artigo reflete sobre o impacto da continuidade da política econômica condizente com o novo padrão de acumulação capitalista internacional, sob a dominância do capital financeiro, nos principais ramos da Seguridade Social. Destaca a adoção do regime de metas de inflação e a busca de elevados superávits primários; descreve os principais resultados da economia brasileira e trata do impacto dessa opção sobre o financiamento da Previdência Social e do Sistema Único de Saúde - SUS. De forma específica, evidencia que o resultante dessa política – baixo crescimento, manutenção de elevadas taxas de juros, precarização do mercado de trabalho, redução do gasto público – compromete a plena aplicação dos princípios do SUS. Apesar disso, alguns avanços são apontados, como o crescimento da cobertura do Programa de Saúde da Família.

Abstract

The article discusses the impact of economic policy maintanence in accordance with the new pattern of international capitalist accumulation under financial capital dominance in main Social Security areas. It analyses the adoption of inflation target system and the achievement of high fiscal primary results; describes the main Brazilian economic results and examine the impact of this particular option on social security with a focus on the financial system of the Unified Health System (SUS). In a specific way, it argues that this policy outcome – low economic growth, high interest rates, unstable work market, reduction in social expenditure – compromises an effective application of the SUS principles. However, some advances have been pointed out, for instance, the increase of Family Health Program coverage.

Key words: Brazil – Economic policy; Brazil – Politics and government; Silva. Luis Inácio Lula da. 1945- . Social security; Unified Health System (SUS)

PDF

Referências

ANDRADE, E. I. G. Componentes econômico, demográfico e institucional na Previdência Social brasileira. In: SEMINÁRIO COMO INCLUIR OS EXCLUÍDOS? Contribuição ao Debate sobre a Previdência Social no Brasil. Campinas: Instituto de Economia da Unicamp, 2007. Disponível em: www.eco.unicamp.br/pesquisa/CESIT/index.php.

ANFIP – Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Previdência Social. Análise da Seguridade Social em 2004, 2005 e 2006. Disponível em: http://www.anfip.org.br. Acesso em: 12 dez. 2006.

BANCO CENTRAL DO BRASIL. Boletim do BC – Relatório anual, vários anos. Disponível em: http://www.bcb.gov.br/economia. Acesso em: 07 jul. 2007.

BELLUZZO L. G. Entrevista concedida aos jornalistas Valéria Nader e José Damião Vasconcelos. In: Correio da Cidadania, 27 de março de 2008. Disponível em: http://www.correiocidadania.com.br/content/view/1602/9/. Acesso em: 17 abr. 2008.

BELLUZZO L. G; CARNEIRO, R.. Globalização e integração perversa. Política Econômica em Foco, Campinas, v. 1, p. 1-11, maio/ago. 2003.

BRASIL. Constituição, 1988. Emenda Constitucional 29, 13 de setembro de 2000. Altera os arts. 34, 35, 156, 160, 167 e 198 da Constituição Federal e acrescenta artigo ao Ato das Disposições Constitucionais Transitórias para assegurar os recursos mínimos para o financiamento das ações e serviços públicos de saúde. DOU, 13 set. 2000.

CHESNAIS, F. La preeminence de la finance. In: LA FINANCE capitaliste. Paris: Presse Universitaires de France, 2006.

GENTIL, D. L. A política fiscal e a falsa crise do sistema de seguridade social no Brasil: análise financeira do período recente. In: SICSÚ, João (Org.). Arrecadação (de onde vem?) e gastos públicos (para onde vão). São Paulo: Boitempo, 2007.

GENTIL, D. L. O mito do déficit da Previdência e o orçamento da seguridade social. Análise Financeira do período 1995-2006. In: SEMINÁRIO COMO INCLUIR OS EXCLUÍDOS? Contribuição ao Debate sobre a Previdência Social no Brasil. Campinas: Instituto de Economia da Unicamp, 2007a. Disponível em: www.eco.unicamp.br/pesquisa/CESIT/index.php.

HERRERA, R. Sob o véu da mundialização. Crise, imperialismo e guerra. Revista da Sociedade Brasileira de Economia Política, n. 13, dez. 2003.

HUSSON, M. Finance, hyper-concurrence et reproduction du capital. In: LA FINANCE capitaliste. Paris: Presse Universitaires de France, 2006.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD-2003). Disponível em: www.ibge.gov.br. Acesso em: abr. 2005.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Pesquisa Mensal de Emprego, 2002. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/24012003pme.shtm. Acesso em: dez. 2006.

IPEADATA. Rendimento médio real efetivamente recebido pelas pessoas, de 10 anos ou mais de idade, ocupadas, por Regiões Metropolitanas. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/24012003pme.shtm. Acesso em: 17 de abr. 2008.

MAMPAEY, L.; SERFATI, P. Os grupos armamentistas e os mercados financeiros rumo a um compromisso “guerra sem limites”?. In: CHESNAIS, F. (Org.). A finança mundializada. São Paulo: Boitempo, 2005.

MARQUES, R. M. Democracia y universalidad: discutiendo las condiciones de aplicar tales conceptos a las acciones y servicios de salud pública de Brasil. Revista Bienestar y Política Social, Ciudad de México: Universidad Ibero-Americana, v. 2, n. 1, primer semestre 2006.

MARQUES, R. M; MENDES, A. O Governo Lula e a contra-reforma previdenciária. São Paulo em Perspectiva, São Paulo, v.18, p. 3-15, set./ jul. 2004.

MARQUES, R. M; NAKATANI, P. A política econômica do governo Lula: como mudar para ficar no mesmo. Revista Tiers Monde, Paris: Sorbonne, n. 189. No prelo.

MINISTÉRIO DA FAZENDA. Carta de intenção referente ao novo acordo. Brasília, 2003. Disponível em: http://www.fazenda.gov.br. Acesso em: 30 set. 2004.

PASSARINHO, Paulo. Previdência social pública: um serviço universal ao cidadão brasileiro. In: SICSÚ, João (Org.). Arrecadação (de onde vem?) e gastos públicos (para onde vão). São Paulo: Boitempo, 2007.

PAULANI, L.; PATO, C. G. Investimentos e servidão financeira: o Brasil do último quarto de século. In: De PAULA, João Antônio (Org.). Adeus ao desenvolvimento. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.

SÁNCHEZ, F. et al. A política econômica da esquerda latino-americana no governo: o caso do Brasil. Projeto Madison 2, 2006. Mimeografado.

SANTOS, Nelson R. Regulamentação do financiamento do Sistema Único de Saúde (Da E.C. n. 29): por que debater e aprovar já. Campinas, abr. 2007. Mimeografado.

SICSÚ, J.; MARINGONI, G. Avaliando o desempenho do PT e do governo Lula. Quem perdeu? Quem ganhou? In: De PAULA, João Antônio (Org.). Adeus ao desenvolvimento. Belo Horizonte: Autêntica, 2005.

TROTSKY, L. Lettre à Joan London. In: LONDON, J. Le talon de fer. Paris. Librairie Hachette, s.d.

WERNECK VIANNA, M. L. T. Reforma da Previdência. Seminário de Pesquisa. Rio de Janeiro: Instituto de Economia – UFRJ, jun. 2003.

A Economia e Sociedade utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.