[1]
P. E. de A. Baltar, “Estagnação da economia, abertura e crise do emprego urbano no Brasil”, Econ. Soc., vol. 5, nº 1, p. 75-111, fev. 2016.