Banner Portal
A presença de uma aluna surda em uma turma de ouvintes: possibilidade de (re)pensar a mesmidade e a diferença no cotidiano escolar
PDF

Palavras-chave

Surdez. Educação. Inclusão.

Como Citar

SAMPAIO, Carmen Sanches. A presença de uma aluna surda em uma turma de ouvintes: possibilidade de (re)pensar a mesmidade e a diferença no cotidiano escolar. ETD - Educação Temática Digital, Campinas, SP, v. 7, n. 2, p. 47–57, 2008. DOI: 10.20396/etd.v7i2.790. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/790. Acesso em: 17 abr. 2024.

Resumo

A presença de uma aluna surda em uma turma de crianças ouvintes em uma escola pública do Estado do Rio de Janeiro tem instigado um grupo de professoras alfabetizadoras a invistir na realização de uma prática pedagógica que transforme a diferença – que nos constitui – em vantagem pedagógica. A tão proclamada homogeneidade – nos modos de aprender e ensinar, nos modos de lidar com as crianças, nas práticas avaliativas, etc – vem dialogando com a heterogeneidade real de toda sala de aula, possibilitando o aprendizado, nada fácil, de compreender a singularidade e a pluralidade como traços constituintes do processo ensinoaprendizagem. Nesse processo algumas questões têm surgido: como pensar uma escola que, de fato, reconheça as singularidades lingüísticas e culturais dos alunos e alunas? Como reconhecer politicamente a surdez como diferença? É possível compreender e lidar com a diferença, no cotidiano escolar, no sentido de praticar ações pedagógicas que não invistam na nomeação e controle do outro? Ou a mesmidade da escola proíbe a diferença? Esse texto socializa e discute limites e possibilidades de uma ação pesquisadora que procura, com as professoras, investir na construção de um currículo escolar que não seja marcado pelo fracasso e exclusão cotidiana de um número significativo de alunos e alunas das classes populares. 

https://doi.org/10.20396/etd.v7i2.790
PDF

Referências

BURBULES, N. C. Uma gramática da diferença: algumas formas de repensar a diferença e a diversidade como tópicos educacionais. In: GARCIA, R. L.; MOREIRA, A. F. B. (Org.). Currículo na contemporaneidade: incertezas e desafios. São Paulo: Cortez, 2003.

BRIGGS, J. & PEAT, D. Espejo y Reflejo: del caos al orden – guia ilustrada de la teoria del caos y la ciencia de la totalidad. 3 ed., Barcelona: Gedisa editorial, 2001.

DUSCHATZHY, D.; SKLIAR, C.. O nome dos outros. Narrando a alteridade na cultura e na educação. In: LARROSA, J.; SKLIAR, C. (Org.). Habitantes de Babel: políticas e poéticas da diferença. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.

ESTEBAN, M. T.. O que sabe quem erra? Reflexões sobre a avaliação e fracasso escolar. Rio de Janeiro: DP&A, 2001.

FERRE, N. P. L.. Identidade, diferença e diversidade: manter viva a pergunta. In: LARROSA, J.; SKLIAR, C. (Org.). Habitantes de Babel: políticas e poéticas da diferença. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.

SANTOS, B. S.. A crítica da razão indolente: contra o desperdício da experiência. Porto: Cortez, 2000.

SOUZA, R. M.. Que palavra que te falta? Lingüística e educação: considerações epistemológicas a partir da surdez. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

SKLIAR, C. Pedagogía (improvável) da diferença – e se o outro não estivesse aí? Rio de Janeiro: DP&A, 2003.

SKLIAR, C. (Org.) A surdez: um olhar sobre as diferenças. Porto Alegre: Mediação, 1998.

SKLIAR, C. (Org.) A atualidade da educação bilíngüe para surdos. Porto Alegre: Mediação, 1999.

SKLIAR, C. A questão e a obsessão pelo outro em educação. In: GARCIA, R. L.; ZACCUR, E.; GIAMBIAGI, I. (Org.) Cotidiano: diálogos sobre diálogos. Rio de Janeiro: DP&A, 2005.

VEIGA-NETO, A. Incluir para excluir. In: LARROSA, J.; SKLIAR, C. (Org.). Habitantes de Babel: políticas e poéticas da diferença. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.

VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 1989.

VYGOTSKY, L. S. Pensamento e Linguagem. São Paulo: 3. ed. Martins Fontes, 1991.

A ETD - Educação Temática Digital utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.