Banner Portal
Relações econômicas, políticas e educacionais na consolidação do Senai em Ponta Grossa, PR
PDF

Palavras-chave

Ensino Profissional. Senai. História

Como Citar

CAMPONES, Kelly Cristina; NASCIMENTO, Maria Isabel Moura. Relações econômicas, políticas e educacionais na consolidação do Senai em Ponta Grossa, PR. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, SP, v. 12, n. 47, p. 122–138, 2012. DOI: 10.20396/rho.v12i47.8640043. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640043. Acesso em: 17 abr. 2024.

Resumo

O texto trata das relações econômicas, políticas e educacionais da década de 40 no município de Ponta Grossa, PR, na busca de entendimento das causas da institucionalização do Senai neste contexto. Sabe-se que a educação profissional do Senai, veio por meio da Lei Orgânica, para atender as demandas da indústria e este sendo objeto de estudo ao longo da sua trajetória, uma vez que vem assumindo estratégias de apropriação do saber calcadas no interesse capitalista tornando-se desta forma, necessário obter clareza acerca das concepções e políticas educacionais adotadas. O Senai de Ponta Grossa, teve sua origem em plena Segunda Guerra Mundial, momento este, de fragilidades econômicas e sociais. Desta forma, pretendemos apresentar as interfaces para tal institucionalização.

https://doi.org/10.20396/rho.v12i47.8640043
PDF

Referências

BOLOGNA, I. Roberto Mange e sua obra. [S.I.]:Unigraf, 1980. Casa da Memória – Autor desconhecido.

CASTILHO,L.C.http://www.plantaodacidade.com.br/governo/prefeitos.htm#Albari Guimarães. Acesso em: 16 jun.2011.

CHAVES, N. B. Do Centro Commercio e Indústria ao Selo Social. Ponta Grossa. Editora: UEPG, 2006.

CHAVES, N. B. Do Centro Commercio e Indústria ao Selo Social. Ponta Grossa. Editora: UEPG, 2006.

CHAVES, N.B; BREMBATTI, K. Desenvolvimento & Sociedade: ACIPG 85 anos de histórias. UEPG. Ponta Grossa, 2008.

CUNHA, L.A. O Ensino Profissional na Irradiação do Industrialismo. São Paulo: Ed. UNESP, 2000.

DIÁRIO DOS CAMPOS, 18 de fevereiro de 1937.

DITZEL, C. H. M. Imaginários e representações: o integralismo nos Campos Gerais (1932-1955). Ponta Grossa: Editora UEPG, 2007.

DITZEL, C.H.M; SAHR, C.L.L. (Orgs.) Espaço e Cultura: Ponta Grossa e os Campos Gerais. Ponta Grossa: Editora UEPG, 2001.

GOMEZ, C. M. et al. Trabalho e Conhecimento: Dilemas na Educação do trabalhador.3 ed. São Paulo: Cortez, 1995.

KUENZER, A.Z. Educação e Trabalho: questões teóricas. Educação e Trabalho. CRHFACED- UFBA: Fator Editora,1988.

KUENZER, A.Z. Pedagogia da Fábrica: as relações de produção e educação do trabalhador. 6ed. São Paulo, Cortez, 2002.

LOPES, S. Uma saga da criatividade brasileira. Rio de Janeiro: SENAI – DN, 1982.

MARTINS, R. História do Paraná. 3. ed. Curitiba: Guairá,1969.

NASCIMENTO, M. I. M. A Primeira Escola de Professores dos Campos Gerais- PR. Ponta Grossa: Editora UEPG, 2008.

O Progresso, 20 de julho de 1912.

OLIVEIRA, D. de. Urbanização e Industrialização no Paraná. Curitiba: SEED, 2001.

PADIS, P. C. Formação de uma economia periférica: o caso do Paraná. 2.ed. Curitiba: IPARDES, 2006

SAVIANI, D. O trabalho como princípio educativo frente às novas tecnologias.In: FERRETTI, C. J. et al. Novas tecnologias, trabalho e educação: um debate multidisciplinar. Petrópolis: Vozes,1994.

SILVA, E. A. Energia elétrica em Ponta Grossa. In: Espaço e Cultura. Ponta Grossa e os Campos Gerais. Ponta Grossa: UEPG, 2001, p.91-98.

TREVIZAN, A. T. SENAI – Paraná- 50 anos. Curitiba: Champagnat, 1995.

WANKE, E. T. O vôo da pombinha. Ponta Grossa, 1964 (folheto).

Revista HISTEDBR On-line utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.