[1]
S. F. Flach, “Influências e determinações para a oferta da escolaridade obrigatória no Brasil”, Rev. HISTEDBR On-line, vol. 14, nº 60, p. 181-199, abr. 2015.