[1]
V. A. do Amaral, “Beco sem saída ou ponto de partida? A ilusão biográfica e os historiadores”, Ideias, vol. 8, nº 2, p. 219-242, ago. 2017.