[1]
A. K. G. Pachêco Filho, “"Empurrador de canoa não ganhava nada não". Os vareiros do rio Grajaú e a circulação de mercadorias, pessoas e sonhos”, Labor e Eng., vol. 9, nº 2, p. 55-69, jun. 2015.