Depende de quem olha

formas de (in)dependências culturais e artísticas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/modos.v6i3.8670955

Palavras-chave:

Tradições e modernidades, Barroco, Exposição, Curadoria, Arte popular, Arte contemporânea

Resumo

A presente edição da Revista MODOS: Revista de História da Arte conta com dezesseis textos inéditos.  Destacamos os artigos do dossiê Independência ou Morte! Tradições e modernidades, proposto pelos professores Aldrin de Moura Figueiredo, da Universidade Federal do Pará, e Paulo Knauss, da Universidade Federal Fluminense, que vêm adensar a discussão sobre dependências e independências, relações do passado com o presente, monumentalizações e ocultamentos, modernidades e tradições, voltadas às potências das imagens e materialidades da arte. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marize Malta, Universidade Federal do Rio de Janeiro

Doutora em História pela Universidade Federal Fluminense. Pesquisadora do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Professora de História da Arte, Artes Decorativas, Ambiências interiores na Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro.  

Maria de Fátima Morethy Couto, Universidade Estadual de Campinas

Doutorado em Histoire de l'art et Archeologie pela Université Paris I Panthéon-Sorbonne. Professora Titular do Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas.  Pesquisadora do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. 

Emerson Dionisio Gomes de Oliveira Oliveira, Universidade de Brasília

Docente e pesquisador do Departamento de Artes Visuais, no Programa de Pós-graduação em Artes Visuais e no Programa de Ciência da Informação da Universidade de Brasília. Pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. 

Referências

BANDEIRA, J.; LAGO, P. C. do. Debret e o Brasil: obra completa. Rio de Janeiro: Capivara, 2020.

BORGES, S. G. Para divertir paixões caseiras: estudo de caso ou experiência teórica?. MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 6, n. 3, p. 124–149, 2022. DOI: 10.20396/modos.v6i3.8670659. DOI: https://doi.org/10.20396/modos.v6i3.8670659

BOURDIEU, P.; DARBEL, A. O amor pela arte: os museus de arte na Europa e seu público. Porto Alegre: Zouk, 2018.

CARSOSO, R. Modernidade em preto e branco: arte e imagem, raça e identidade no Brasil, 1890-1945. São Paulo: Companhia das Letras, 2022.

CARVALHO, J. M. de. A formação das almas: o imaginário da República no Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1990.

CARVALHO NUNES, M.; FARIAS, A. "Trapioca", de Emmanuel Nassar: Arapucas modernas. MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 6, n. 3, p. 353–370, 2022. DOI: 10.20396/modos.v6i3.8668865. DOI: https://doi.org/10.20396/modos.v6i3.8668865

CRHISTO, M. Pintura, história e heróis no século XIX: Pedro Américo e “Tiradentes Esquartejado”. Tese (Doutorado em História) – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Unicamp, 2005.

COLI, J. Como estudar a arte brasileira do século XIX? São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2005.

COSTA, E. A. Este Granito : A materialidade como estratégia de revisão historiográfica. MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 6, n. 3, p. 274–298, 2022. DOI: 10.20396/modos.v6i3.8668695. DOI: https://doi.org/10.20396/modos.v6i3.8668695

CORRÊA, A. F. Abstracionismo na produção áudio-visual. MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 6, n. 3, p. 56–91, 2022. DOI: 10.20396/modos.v6i3.8668646. DOI: https://doi.org/10.20396/modos.v6i3.8668646

COSTA, L. C. da. A condição precária da arte: corpo e imagem no século XXI. Belo Horizonte: Relicário, 2022a.

COSTA, L. C. Espaços do ainda: perspectivas para uma arte política no século XXI. In: ESPAÇOS DO AINDA. Rio de Janeiro: Karla Gama, 2022b.

GOGAN, J. Ensaios por uma curadoria ao avesso: Caminhando com Lygia Clark. MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 6, n. 3, p. 22–54, 2022. DOI: 10.20396/modos.v6i2.8668470. DOI: https://doi.org/10.20396/modos.v6i2.8668470

GOMES, N. “Joana Angélica ou a mártir da Independência”: história de uma pintura perdida de Firmino Monteiro. MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 6, n. 3, p. 245–272, 2022. DOI: 10.20396/modos.v6i3.8668832. DOI: https://doi.org/10.20396/modos.v6i3.8668832

JAREMTCHUK, D. “Contar o tempo”: balanço de uma experiência. MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 6, n. 3, p. 372–400, 2022. DOI: 10.20396/modos.v6i3.8670949. DOI: https://doi.org/10.20396/modos.v6i3.8670949

KNAUSS, P. A festa da imagem: a afirmação da escultura pública no Brasil do século XIX. 19&20, Rio de Janeiro, v.5, n.4, out/dez. 201 0.

LIMA DA SILVA, F. O monumento do “guerreiro guarani”: o chafariz de Conceição de Mato Dentro e a memória da independência em Minas Gerais. MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 6, n. 3, p. 216–243, 2022. DOI: 10.20396/modos.v6i3.8668874. DOI: https://doi.org/10.20396/modos.v6i3.8668874

LINHARES VIANA, M. Culturalidades brasileiras: arte decorativa no Salão Nacional de Belas Artes (1930-1940). MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 6, n. 3, p. 93–122, 2022. DOI: 10.20396/modos.v6i3.8670317. DOI: https://doi.org/10.20396/modos.v6i1.8667204

MEDEIROS, A. Quantos "modernismos" cabem numa modernidade?. MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 6, n. 3, p. 300–316, 2022. DOI: 10.20396/modos.v6i3.8668870. DOI: https://doi.org/10.20396/modos.v6i2.8668462

MIRANDA, C. A Hidra do Iguaçu: um percurso cinematográfico experimental pelas lacunas da história colonial. MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 6, n. 3, p. 430–441, 2022. DOI: 10.20396/modos.v6i3.8670861. DOI: https://doi.org/10.20396/modos.v6i3.8670861

OITICICA, H. O herói anti-herói e o anti-herói anônimo. Sopro, panfleto político cultural, n. 45, fev. 2011. Disponível em: http://culturaebarbarie.org/sopro/arquivo/heroioiticica.html. Acesso em: jul. 2022.

OLIVEIRA, C. H. de S.; MATTOS, C. V. de. O brado do Ipiranga. São Paulo: Edusp, 1999.

OLIVEIRA, E. D. G. de. O ardente, mágico e popular barroco brasileiro: curadoria e arte colonial. MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 6, n. 3, p. 151–185, 2022. DOI: 10.20396/modos.v6i3.8670987. DOI: https://doi.org/10.20396/modos.v6i3.8670987

PEREIRA, S. G. Arte, ensino e academia: estudos e ensaios sobre a Academia de Belas Artes do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: Mauad X/Faperj, 2016.

PORFÍRIO, I. Notas sobre a encruzinhada. MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 6, n. 3, p. 402–428, 2022. DOI: 10.20396/modos.v6i3.8670174. DOI: https://doi.org/10.20396/modos.v6i3.8670174

RIVERA, T.; PUCU, I. Arte, memória, sujeito: bandeiras na Praça General Osório/1968, bandeiras na Praça Tiradentes/2014 – Rio de Janeiro (RJ). Lua Nova, Revista de Cultura e Política. São Paulo, n.96, p.177-190, set./dez. 2015. https://doi.org/10.1590/0102-6445177-190/96 DOI: https://doi.org/10.1590/0102-6445177-190/96

RUFINO, L. Apanhador de sonhos. In: SIMAS, L. A.; RUFINO, L; HADDOCK-LOBO, R. Arruaças: uma filosofia popular brasileira. Rio de Janeiro: Bazar do Tempo, 2020, p. 89-92.

SANTOS, J. S. dos . Arte popular, artesanato, gênero e relações raciais: o lugar da arte das mulheres negras. MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 6, n. 3, p. 187–207, 2022. DOI: 10.20396/modos.v6i3.8670725. DOI: https://doi.org/10.20396/modos.v6i3.8670725

SIMAS, L. A.; RUFINO, L; HADDOCK-LOBO, R. Arruaças: uma filosofia popular brasileira. Rio de Janeiro: Bazar do Tempo, 2020.

VEIGA, E. da. Poesias de Evaristo Ferreira da Veiga. Rio de Janeiro: Officinas Graphicas da Biblioteca Nacional, 1915.

Downloads

Publicado

2022-09-19

Como Citar

MALTA, M.; COUTO, M. de F. M. .; OLIVEIRA, E. D. G. de O. Depende de quem olha: formas de (in)dependências culturais e artísticas. MODOS: Revista de História da Arte, Campinas, SP, v. 6, n. 3, p. 1–20, 2022. DOI: 10.20396/modos.v6i3.8670955. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/mod/article/view/8670955. Acesso em: 6 dez. 2022.

Edição

Seção

Editorial

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>