Mudança institucional e atitudes políticas: a imagem pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (1993-2006)

Autores

  • Mario Fuks Universidade Federal de Minas Gerais
  • Fabrício Mendes Fialho Secretaria Estadual de Assistência e Desenvolvimento Social de São Paulo

Palavras-chave:

Cultura política. Opinião pública. Imagem institucional

Resumo

O artigo analisa o impacto das estratégias de comunicação realizadas pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) durante a década de 1990 sobre a opinião pública da sociedade do estado de Minas Gerais. Pretende-se avaliar se a opinião pública em relação ao legislativo estadual se mostrou “resistente” às inovações institucionais ou se ocorreram mudanças ao longo dos treze anos cobertos pelos dados disponíveis. A análise comparativa no tempo e com outras instituições políticas não nos autoriza a falar sobre uma excepcionalidade da ALMG no que se refere a sua imagem pública. Em grande medida, a imagem da ALMG, em termos de confiança e avaliação, não foge do padrão brasileiro em relação às instituições políticas. O impacto do processo de inovação institucional é perceptível apenas sobre um público restrito: aqueles que consumiram as mensagens e comunicações produzidas pela ALMG e veiculadas no radio e na televisão.

 

Abstract:

This article analyzes the impact on public opinion of the strategies of communication carried out by the Legislative Chamber of Minas Gerais (ALMG) during the 1990’s. We evaluate whether the public opinion on the state legislature has changed along of this thirteen years, following a steady process of institutional innovation. Comparing results for different points of time between 1993 and 2006, we reject the idea that ALMG’s public image is substantially different from standard public evaluation of Brazilian political institutions. We find that the institutional change process is noticeable and has a positive response only for the small public attentive to ALMG’s messages transmitted by radio and television.

Keywords: political culture; public opinion, institutional image

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mario Fuks, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutor em Ciência Política pelo Instituto Universitário do Rio de Janeiro (IUPERJ) e professor associado do departamento de Ciência Política da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Atualmente é coordenador do Grupo de Trabalho Comportamento Político e Opinião Pública da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais e diretor do Centro de Estudos de Comportamento Político (Cecomp), na UFMG. 

Fabrício Mendes Fialho, Secretaria Estadual de Assistência e Desenvolvimento Social de São Paulo

É doutorando em Ciência Política na Universidade da Califórnia, Los Angeles. Graduado em Ciências Sociais e mestre em Ciência Política pela Universidade Federal de Minas Gerais. Foi Pesquisador Visitante no Lozano Long Institute of Latin American Studies da Universidade do Texas em Austin. Tem como áreas de interesse: psicologia política, opinião pública, relações raciais, relações de gênero, capital social, e metodologia.

Referências

ALTHAUS, S. Collective Preferences in Democratic Politics: Opinion Surveys and the Will of the People. New York: Cambridge University Press, 2003.

ALMOND, G. e VERBA, S. The Civic Culture: Political Attitudes and Democracy in Five Nations. Princeton: Princeton University Press, 1963.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE MINAS GERAIS. Desenvolvimento Institucional da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais. Relatório Institucional, 1994.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE MINAS GERAIS. Desenvolvimento Institucional da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais – 1988 a 1998. Relatório Institucional, 1999.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE MINAS GERAIS. Estrutura Organizacional e Visão Institucional da ALEMG. Relatório Institucional, 2002.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE MINAS GERAIS. Processo Licitatório nº 72/2001. Edital de Concorrência nº 003/2001, 2001.

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DE MINAS GERAIS. Processo Licitatório nº 56/2006. Edital de Concorrência nº 004/2006, 2006.

ASSIS, L. F. “Educando para a Cidadania: A Experiência da Escola do Legislativo”. Educação & Sociedade. nº59, p.367-385, 1997.

BRAGA, S. S. O Impacto da Internet no Funcionamento das Instituições Democráticas Brasileiras: Um Estudo sobre a Informatização dos Legislativos Estaduais no Brasil. II Congresso da Associação Latinoamericana de Ciência Política. Cidade do México, 29 set. - 1 out. 2004.

BRASIL. Lei nº 8.977, de 6 de Janeiro de 1995. Diário Oficial da União, Brasília, 9 de Janeiro de 1995.

CONVERSE, P. The Nature of Belief Systems in Mass Publics. In: APTER, D. (org.) Ideology and Discontent. New York: The Free Press, 1964.

DELLI CARPINI M. X., & KEETER, S. What Americans Know about Politics and Why It Matters. London: Yale University Press, 1996.

DULCI, O. e FARIA, M. A. Diálogo com o Tempo - 170 anos do Legislativo Mineiro. Belo Horizonte: Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais, 2005.

FUKS, M.; REIS, B. e FIALHO, F. M. Desigualdades sociais e cultura política em Belo Horizonte. XIII Congresso Brasileiro de Sociologia. Recife, 29 maio - 1 jun. 2007.

JARDIM, M. A. “O mapa da mídia eletrônica legislativa na América Latina”. 3º Congresso Latino-Americano de Ciência Política, Unicamp, Campinas.

KLINGEMANN, H.D. Mapping Political Support in the 1990s: A Global Analysis. In: NORRIS, P. (ed.). Critical Citizens: Global Support for Democratic Government. Oxford: Oxford University Press, 1999.

LAGOS, M. “A Máscara Sorridente da América Latina”. Opinião Pública, vol. 6, nº1, p.1-16, 1987.

LÉLIO FABIANO e ASSOCIADOS COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL. Planejamento Estratégico de Comunicação Social para a Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Relatório, 1990.

LUSKIN, R. C. “Measuring political sophistication”. American Journal of Political Science, vol.31, nº4, p.856-899, 1987.

LUSKIN, R. C. “Explaining Political Sophistication”. Political Behavior, vol.12, nº4, p.331-361, 1990.

MCGRAW, K. M. “Contributions of the Cognitive Approach to Political Psychology”. Political Psychology, vol.21, nº4, p.805-832, 2000.

MOISÉS, J. A. A avaliação das Instituições Democráticas e a Qualidade da Democracia no Brasil. XX Congresso Mundial da IPSA. Fukuoka, 8 - 13 de jul. 2006.

NEUMAN, W. R. The Paradox of Mass Politics: Knowledge and Opinion in the American Electorate. Cambridge: Harvard University Press, 1986.

NORRIS, P. A Virtuous Circle: Political Communications in Postindustrial Societies. Cambridge: University Press, 2000.

PATEMAN, C. Participação e Teoria Democrática. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

POWER, T. e JAMISON, G. “Desconfiança Política na América Latina”. Opinião Pública. vol.11, nº1, p.64-93, 2005.

PUTNAM, R. D. Comunidade e Democracia: A Experiência da Itália Moderna. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1996.

RENAULT, L. Comunicação e Política nos Canais de Televisão do Poder Legislativo. Belo Horizonte: Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais, 2004.

SEARS, D. O. VALENTINO, N. A. “Politics Matters: Political Events as Catalysts for Preadult Socialization”. American Political Science Review, vol.91, nº1, p.45-65, 1997.

SOUSA, D. B. Mega-Salários: O Escândalo Midiático em um Contexto de Mudança Institucional na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. II Congresso da Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política. Belo Horizonte, 5 - 7 dez. 2007.

VOX POPULI. “Desinformação Alimenta Descrença”. Revista do Legislativo, nº5 p.10-13, 1993.

ZALLER, J. The Nature and Origins of Mass Opinion. Cambrige: Cambrige University Press, 1992.

ZALLER, J. The Myth of Massive Media Impact Revived: New Support for a Discredited Idea. In: MUTZ, D.; SNIDERMAN, P. e BRODY, R. (eds.). Political Persuasion and Attitude Change. Ann Arbor: University of Michigan Press, 1996.

ZALLER, J. e FELDMAN, S. “A Simple Theory of the Survey Response: Answering Questions versus Revealing Preferences”. American Journal of Political Science, vol.36, nº.2, p.579–616, 1992.

Downloads

Publicado

2015-10-27

Como Citar

FUKS, M.; FIALHO, F. M. Mudança institucional e atitudes políticas: a imagem pública da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (1993-2006). Opinião Pública, Campinas, SP, v. 15, n. 1, p. 82–106, 2015. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/op/article/view/8641321. Acesso em: 27 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos