[1]
J. S. Guimarães, “As meninas hoje tão muito soltas”, Pro-Posições, vol. 30, p. 1-25, maio 2019.