[1]
Áureo Rosa da Silva, “Territorialidade queer: território e corpo no centro de Goiânia”, Rev. Arq. Pub., vol. 16, nº 1, p. 166–184, jun. 2021.