Análise das informações científicas utilizadas na gestão da informação das instituições de ensino superior segundo a literatura internacional

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rdbci.v16i2.8650974

Palavras-chave:

Gestão da informação. Indicadores científicos. Índices científicos. Revisão da literatura.

Resumo

A abordagem se refere ao estudo da Gestão da Informação, no intuito de enfatizar sua relevância para a acessibilidade da informação e o desenvolvimento e disseminação do conhecimento nas diversas áreas de conhecimento. No que tange a Ciência da informação, dá-se a conexão com a organização do conhecimento, com a finalidade de demonstrar a importância dos indicadores científicos, coletados, processados e apresentados em literaturas internacionais disponíveis no Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Com a finalidade de demonstrar a importância dos indicadores científicos no desempenho organizacional , faz-se o levantamento bibliográfico internacional, realizando uma análise minuciosa das informações dos estudos com apontamentos sobre os indicadores científicos x gestão da informação, utilizando a literatura em língua inglesa e espanhola, descrevendo a análise o Portfólio Bibliográfico selecionado, a ocorrência das pesquisas na área, a utilização de indicadores, a visão dos usuários e sua conexão com o ambiente. A proposta incide no levantamento dos dados e informações geridas neste contexto com vistas a colaborar com o mapeamento dos registros nas instituições de ensino superior, e estudiosos do tema, auxiliando na aceleração da gestão organizacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Tatiane Priscila Fortunato, Universidade Federal de Santa Catarina

Mestranda da Universidade Federal de Santa Catarina

Adilson Luiz Pinto, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutorado pela Universidad Carlos III de Madrid

Referências

BEAL, Adriana. Gestão estratégica da informação: como transformar a informação e a tecnologia em fatores de crescimento e de alto desempenho nas organizações. São Paulo: Atlas, 2004.

CONLEY, Shannon Nicole et al. Acquisition of T-shaped expertise: an exploratory study. Social Epistemology, v. 31, n. 2, p. 165-183, 2017.

DAHLBERG, Ingetraut. Knowledge organization: a new science?. Knowledge organization, v. 33, n. 1, p. 11-19, 2006. Disponível em: http://www.db.dk/bh/lifeboat_ko/CONCEPTS/knowledge_organization_Dahlberg.htm . Acesso em: nove. 2017.

DE SORDI, José Osvaldo. Administração da informação: fundamentos e práticas para uma nova gestão do conhecimento. Saraiva, 2008.

GAMEIRO, Maria Cristina. Sistemas e metodologia de arquivos nas empresas. In: Sistemas e metodologia de arquivos nas empresas. Cenadem, 1986.

MELNYK, Steven A. et al. Is performance measurement and management fit for the future?. Management Accounting Research, v. 25, n. 2, p. 173-186, 2014.

MICHELI, Pietro; MANZONI, Jean-Francois. Strategic performance measurement: Benefits, limitations and paradoxes. Long Range Planning, v. 43, n. 4, p. 465-476, 2010.

NEELY, Andy; GREGORY, Mike; PLATTS, Ken. Performance measurement system design: a literature review and research agenda. International journal of operations & production management, v. 15, n. 4, p. 80-116, 1995.

OTLEY, David. Extending the boundaries of management accounting research: developing systems for performance management. The British Accounting Review, v. 33, n. 3, p. 243-261, 2001.

PINTO, Adilson Luiz et al. Indicadores científicos na literatura em bibliometria e cientometria através das redes sociais. Brazilian Journal of Information Science, v. 1, n. 1, p. 58-76, 2007. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/descarga/articulo/4366117/1.pdf . Acesso em: 02/10/2017.

PORTAL DA EDUCAÇÃO. A importância da Gestão da Informação. 2012. Disponível em: https://www.portaleducacao.com.br/conteudo/artigos/esporte/a-importancia-da-gestao-da-informacao/15645 . Acesso em: 02/10/2017.

RODRIGUES, Martius V.; FERRANTE, Augustin J. A tecnologia de informação. Rio de Janeiro: Infobook, 1995.

SANCHES, Osvaldo Maldonado. Dicionário de orçamento, planejamento e áreas afins. Prisma, 1997.

SINK, Scott; TUTTLE, Thomas C. Planejamento e medição para a performance. Qualitymark, 1993.

SPINAK, Ernesto. Diccionario enciclopédico de Bibliometría. Cienciometría e Informetría, 1996.

Publicado

2018-01-22

Como Citar

FORTUNATO, T. P.; PINTO, A. L. Análise das informações científicas utilizadas na gestão da informação das instituições de ensino superior segundo a literatura internacional. RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, Campinas, SP, v. 16, n. 2, p. 414-432, 2018. DOI: 10.20396/rdbci.v16i2.8650974. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8650974. Acesso em: 26 nov. 2020.