RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci <p><strong>Escopo: </strong>A <strong><em>RDBCI - Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação</em></strong> / <em>RDBCI: Digital Journal of Library and Information Science</em> é uma publicação contínua vinculada ao Sistema de Bibliotecas da UNICAMP (SBU), tendo como foco divulgar trabalhos da área da Biblioteconomia e Ciência da Informação. Publica artigos inéditos, relatos de experiência, pesquisas em andamento e resenhas relacionados com a Ciência da informação ou que apresentem resultados de estudos e pesquisas sobre as atividades desta área. Adota em seu processo editorial a avaliação cega por pares, onde os trabalhos são encaminhados para especialistas para análise, atendendo aos critérios de sua política editorial. A revista compreende unicamente as áreas da Biblioteconomia e Ciência da Informação. <br /><strong>Qualis</strong>: A3<br /><strong>Área do conhecimento</strong>: Ciências Sociais Aplicadas<br /><strong>Ano de fundação</strong>: 2003<br /><strong>E-ISSN</strong>: 1678-765X<br /><strong>Título abreviado</strong>: RDBCI: Rev. Digit. Bibliotecon. e Cienc. Inf.<br /><strong>E-mail</strong>: <a href="mailto:rdbci@unicamp.br">rdbci@unicamp.br</a><br /><strong>Unidade</strong>: <a href="http://www.sbu.unicamp.br" target="_blank" rel="noopener">SBU</a><br /><strong>Prefixo DOI</strong>: 10.20396<br /><a title="CC-BY" href="http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/" target="_blank" rel="noopener"><img src="https://i.creativecommons.org/l/by/4.0/80x15.png" alt="Licença Creative Commons" /></a> </p> Universidade Estadual de Campinas pt-BR RDBCI: Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação 1678-765X <p>A <strong>Revista Digital de Biblitoeconomia e Ciência da Informação / Digital Journal of Library and Information Science</strong> utiliza a licença do <a title="Creative Cmmons" href="http://creativecommons.org/licenses/by/4.0" target="_blank" rel="noopener"><span style="color: #0000ff;">Creative Commons (CC)</span></a>, preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto, em que:</p> <ul> <li class="show">A publicação se reserva o direito de efetuar, nos originais, alterações de ordem normativa, ortográfica e gramatical, com vistas a manter o padrão culto da língua, respeitando, porém, o estilo dos autores;</li> <li class="show">Os originais não serão devolvidos aos autores;</li> <li class="show">Os autores mantêm os direitos totais sobre seus trabalhos publicados na <em>Revista Digital de Biblitoeconomia e Ciência da Informação / Digital Journal of Library and Information Science</em>, ficando sua reimpressão total ou parcial, depósito ou republicação sujeita à indicação de primeira publicação na revista, por meio da licença <a href="http://creativecommons.org/licenses/by/4.0" target="_blank" rel="noopener">CC-BY</a>;</li> <li class="show">Deve ser consignada a fonte de publicação original;</li> <li class="show">As opiniões emitidas pelos autores dos artigos são de sua exclusiva responsabilidade.</li> </ul> Revistas predatórias https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8671811 <p><strong>Introdução</strong>: A produção científica constitui elemento fundamental para a reputação de um pesquisador e de uma universidade de tal modo que a pressão por publicar se torna cada vez mais preponderante no meio acadêmico. <strong>Objetivo</strong>: Busca-se analisar o crescente fenômeno das revistas predatórias como uma ameaça ao universo científico e as formas para que possam ser identificadas e evitadas. <strong>Metodologia</strong>: Com base na literatura internacional, discute-se o conceito, características e as formas de identificação das revistas predatórias, além de algumas questões que podem iluminar as reflexões sobre os impactos que essa realidade vem trazendo ao meio acadêmico. <strong>Resultado</strong>s: Evidencia-se a necessidade de fazer frente a essa ameaça por meio de uma ação conjunta de autores (os investigadores), editores, instituições de ensino e pesquisa, agências de fomento à pesquisa, e bases de dados bibliográficas no sentido de garantir que a comunicação científica nos mais diversos campos do conhecimento se faça em moldes éticos, transparentes e defensáveis.<strong> Conclusão</strong>: Torna-se necessário o desenvolvimento, por parte dos investigadores, de uma competência específica para distinguir entre as revistas confiáveis e as fraudulentas desconsiderando os convites, muitas vezes tentadores, para publicar ou integrar comitês editoriais de periódicos predatórias.</p> José Augusto Chaves Guimarães Maria Cristina Piumbato Innocentini Hayashi Copyright (c) 2023 José Augusto Chaves Guimarães, Maria Cristina Piumbato Innocentini Hayashi https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2023-02-02 2023-02-02 21 e023003 e023003 10.20396/rdbci.v21i00.8671811 Inovação, trabalho remoto e bibliotecas educativas públicas https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8670044 <p><strong>Introdução:</strong> O desenvolvimento de políticas públicas mais assertivas em bibliotecas, de acordo com as dinâmicas de teletrabalho que estão a se constituir, é um debate imprescindível ao campo da Ciência da Informação. <strong>Objetivo:</strong> O presente artigo discute a evolução das bibliotecas educativas públicas em espaços de trabalho remoto, para servir a uma comunidade de profissionais que trabalham e se comunicam em rede. <strong>Metodologia</strong><strong>:</strong> Metodologicamente, a pesquisa é de nível exploratório, abordagem qualitativa, desenvolvida por meio de pesquisa bibliográfica, a partir dos dados de uma pesquisa de doutorado que utiliza o método Ciência-Ação. <strong>Resultados</strong><strong>:</strong> Os resultados destacam a possibilidade de inovação por meio do trabalho remoto no serviço público federal, sobretudo com o advento do Decreto 11.072, de 17 de maio de 2022; a oportunidade de inovar no setor público com um serviço promissor desempenhado pelas bibliotecas educativas públicas em institutos federais; e a indissociabilidade entre agendas de trabalho e de pesquisa, tanto quanto entre o desenvolvimento social e a transformação digital. <strong>Conclusão</strong><strong>:</strong> Conclui-se que os caminhos para a transformação digital no mundo do trabalho podem se tornar ainda mais produtivos, inovadores, rentáveis e sustentáveis, quando se busca o investimento contínuo e adequado em infraestrutura de bibliotecas que cumprem função educativa e são de natureza pública; e em políticas que assegurem a atuação do bibliotecário como agente de inovação em institutos federais.</p> Jobson Louis Almeida Brandão Valmira Perucchi Gustavo Henrique de Araújo Freire Copyright (c) 2022 Jobson Louis Almeida Brandão, Valmira Perucchi, Gustavo Henrique de Araújo Freire https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2022-12-20 2022-12-20 21 e023001 e023001 10.20396/rdbci.v20i00.8670044 Uma proposta de arquitetura da informação aplicada ao processamento de linguagem natural https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8671396 <p><strong>Introdução:</strong> O processamento de linguagem natural em redes neurais artificias possui lacunas passíveis de tratamento por parte da Ciência da Informação. <strong>Objetivo:</strong> Propor contribuições da Ciência da Informação na organização da informação para treinamento de redes neurais artificiais utilizando Arquitetura da Informação Multimodal, posicionando-a como área do conhecimento atuante em problemas de inteligência artificial. <strong>Metodologia:</strong> Adaptando um percurso de três níveis de análise (metafísico, científico e tecnológico), verifica o atual estágio de desenvolvimento de técnicas de processamento de linguagem natural (metafísico); utiliza definições de Arquitetura da Informação Multimodal propondo um procedimento de cinco passos para delineamento, análise e transformação do espaço informacional a ser utilizado em métodos de treinamento e aprendizagem de redes neurais, complementando lacunas identificadas por autores voltados a implementações da Ciência da Computação (científico); verifica a aplicabilidade da proposta em 3 conjuntos de dados advindos de 16 áreas do conhecimento como base de avaliação (tecnológico). <strong>Resultados:</strong> Os resultados obtidos nas situações com pré-tratamento e sem pré-tratamento foram comparados observando-se potencial para desenvolvimento de um método estruturado de Arquitetura da Informação Multimodal que forneça instrumentos para a organização do pré-processamento de dados a serem utilizados como massa de teste e aprendizado em redes neurais artificiais, em particular, no processamento de linguagem natural. <strong>Conclusão:</strong> Este método posicionaria a Ciência da Informação como atuante e produtora de soluções de pré-processamento de dados, sobrepondo o papel atual de mera consumidora de soluções pré-fabricadas pela Ciência da Computação.</p> George Hideyuki Kuroki Júnior Cláudio Gottschalg Duque Copyright (c) 2023 George Hideyuki Kuroki Júnior, Cláudio Gottschalg Duque https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2023-01-15 2023-01-15 21 e023002 e023002 10.20396/rdbci.v21i00.8671396