[1]
Barros, R.C.B. de 2015. Hoje tem marmelada. pelo debate sobre a medicalização da infância e da educação no Brasil. RUA. 18, 2 (jul. 2015), 123–125. DOI:https://doi.org/10.20396/rua.v18i2.8638302.