Glaciação antiga no Brasil: parques geológicos do Varvito e da Rocha Moutonnée nos municípios de Itu e Salto, SP

  • Celso Dal Ré Carneiro Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Educação. Geociências. Geologia. Geografia. Eras glaciais. Estudos transdisciplinares. Ambiente.

Resumo

O Parque Geológico do Varvito, em Itu, e seu equivalente em Salto, o Parque da Rocha Moutonnée, são exemplos de investimento público decisivo para difundir conhecimentos sobre a história geológica regional. O Parque do Varvito atende a mais de 60.000 visitantes por ano. Os geossítios contribuem para se construa visão mais consistente da glaciação que afetou Gondwana, há cerca de 300 milhões de anos, denominada Era Glacial do Paleozoico Superior, EGPS. Ambos recuperam muito do que se perdeu do registro original, desde que os primeiros cientistas estiveram em Salto, em 1946, e identificaram estrias de origem glacial em grande saliência do corpo de granito. Insensíveis aos apelos da comunidade científica, em Salto as autoridades não interromperam a lavra de granito: grande parte do registro foi destruído para sempre. Hoje, a história se repete: outro monumento natural, o Pavimento Estriado Guaraú, em Salto, está seriamente ameaçado e pode desaparecer. Parques naturais podem ter efeito multiplicativo na educação básica, porque ajudam a compreender fenômenos que construíram nossa paisagem e podem trazer conhecimentos que ajudam a entender o clima atual, desdobramentos, consequências ambientais e efeitos das ações antrópicas na mudança climática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Celso Dal Ré Carneiro, Universidade Estadual de Campinas
É geólogo, mestre e doutor pelo Instituto de Geociências da Universidade de São Paulo, na área de Geologia Geral e de Aplicação, e livre docente nas áreas de Ciências da Terra e Comunicação em Geociências pelo Instituto de Geociências da Unicamp. Recebeu os prêmios Martelo de Prata e Medalha de Ouro Henry Gorceix da Sociedade Brasileira de Geologia.

Referências

Almeida F.F.M. 1948. A “Roche Moutonnée” de Salto, Estado de São Paulo. São Paulo, Bol. Geol. e Metalurgia, 5:112-123.

Almeida F.F.M.de, Carneiro C.D.R. 1995. Geleiras no Brasil e os parques naturais de Salto e Itu. Ciência Hoje, 19(112):24-31.

American Geological Institute (AGI) & the National Park Service (NPS). 2015. America’s Geologic Heritage. An Invitation to Leadership. AGI. URL: http://www.earthsciweek.org/sites/default/files/Geoheritage/GH_Publicaton_Final.pdf. Acesso 07.09.2016.

Camphire G. 2016. Our shared geoheritage. Earth Science Week 2016. The Leading Edge, Sept. 2016. p. 800-802. http://dx.doi.org/10.1190/tle35090800.1. Acesso 07.09.2016.

Carneiro C.D.R. 2012a. As esferas terrestres se reciclam: o Ciclo das Rochas. In: Y. Hasui, C.D.R. Carneiro, F.F.M.de. Almeida, A. Bartorelli. eds. 2012. Geologia do Brasil. São Paulo: Ed. Beca. p. 16-23. (Cap. 1).

Carneiro C.D.R. 2012b. Objetivos, limitações e escopo da obra. In: Y. Hasui, C.D.R. Carneiro, F.F.M.de. Almeida, A. Bartorelli. eds. 2012. Geologia do Brasil. São Paulo: Ed. Beca. p. 11-13. (prefácio).

Carneiro C.D.R. 2015. 20 anos do Parque Geológico do Varvito, Itu-SP: só se prevê o futuro conhecendo vestígios do passado. In: Simp. Nac. Ensino e Hist. Ciências da Terra, 6, Simpósio de Geologia do Sudeste, 14, Campos do Jordão, 26-29.10.2015. Anais... Campos do Jordão, SBGeo. p.632-635. URL: http://www.acquacon.com.br/geosudeste/anais.php. Acesso 17.12.2015.

Carneiro C.D.R., Gonçalves P.W., Negrão O.B.M., Cunha C.A.L. 2005. Ciência do Sistema Terra e o entendimento da “máquina” planetária em que vivemos. Geonomos, 13(1):11-18.

Carneiro C.D.R., Gonçalves P.W., Negrão O.B.M., Cunha C.A.L. 2008. Docência e trabalhos de campo nas disciplinas Ciência do Sistema Terra I e II da UNICAMP. Rev. Bras. Geoc., 38(1):130-142. (março 2008). URL: http://ojs.c3sl.ufpr.br/ojs2/index.php/rbg/article/view/9816/8972. Acesso 14.03.2015.

Cervato C., Frodeman R. 2014. A importância do tempo geológico: desdobramentos culturais, educacionais e econômicos (tradução). Terræ Didatica, 10(1):67-79. URL: http://www.ige.unicamp.br/terraedidatica/v10_1/6.html. Acesso 16.10.2015.

Compiani M., Carneiro C.D.R. 1993. Os papéis didáticos das excursões geológicas. Rev. de la Enseñanza de las Ciencias de la Tierra, 1(2):90-98. URL: http://www.raco.cat/index.php/ECT/article/view/88098/140821. Acesso 18.08.2015.

Frodeman R. 2010. O raciocínio geológico: a geologia como uma ciência interpretativa e histórica. Terræ Didatica, 6(2):85-99. URL: https://www.ige.unicamp.br/terraedidatica/v6_2/pdf-v6_2/TD_6_2_A4_Frodeman.pdf. Acesso 16.10.2015.

Grotzinger J., Jordan T.H. 2013. Para entender a Terra. 6 ed. Trad.: I.D. Abreu. Superv. R. Menegat. Porto Alegre: Bookman. 738p.

Hecht L. 1993-1994. The Coming (or Present) Ice Age. A long-term perspective on the current global warming fad. 21st Century Sci. & Technol., 6(4):25-35. https://www.thelibrarybook.net/pdf-the-coming-or-present-ice-age.html.

Hoffman D.L. 2009. The Grand View: 4 Billion Years of Climate Change. Co2sceptic (Site Admin). ago 28th 2009. URL: http://climaterealists.com/?id=3939. Acesso 21.07.2015.

Isbell J.L., Henry L.C., Gulbranson E.L., Limarino C.O., Fraiser M.L., Koch Z.J., Ciccioli P.L., Dineen A.A. 2012. Glacial paradoxes during the late Paleozoic ice age: Evaluating the equilibrium line altitude as a control on glaciation. Gondwana Res., 22(1):1-19. doi:10.1016/j.gr.2011.11.005. Acesso 12.09.2016.

Mansur K.L., Rocha A.J.D., Pedreira A. (in memoriam), Schobbenhaus C., Salamuni E., Erthal F.C., Piekarz G., Winge M., Nascimento M.A.L., Ribeiro R.R. 2013. Iniciativas institucionais de valorização do patrimônio geológico do Brasil. Bol. Paran. Geoc., 70:02-27.

Martins J.R.S., Gonçalves P.W., Carneiro C.D.R. 2011. O ciclo hidrológico como chave analítica interpretativa de um material didático em Geologia. Bauru: Ciência & Educação, 17(2):365-382. URL: http://redalyc.uaemex.mx/src/inicio/ArtPdfRed.jsp?iCve=251019454008. Acesso 10.04.2012.

Martins J.R.S. 2014. Controvérsias e problematização no ensino de Geociências. Campinas: Inst. Geoc., Unicamp. (Tese Dout. PEHCT).

Mattos N.H.S. 2012. Caracterização geológica e potencial para reservatórios no Grupo Itararé, na região centro-leste do Estado de São Paulo. Campinas: Inst. Geoc., Unicamp. (Trab. Concl. Curso Grad.).

Oliveira E. 1919. Geologia e recursos minerais do Estado do Paraná. Serv. Miner. Geol Brasil, 1927 (Monogr. VI).

Oliveira A.I.de, Leonardos O.H. 1978. Geologia do Brasil. 3 ed. Esc. Sup. Agric. Mossoró, Coord. Est. Probl. Bras. (Col. Mossoroense, v.72).

Oliveira R.F.de. 2008. Trabalho de campo nos municípios de Itu/SP e Salto/SP: referência ao ensino de geografia. In: Semin. Latino-Amer. Geogr. Física, 5, s.l. Anais, Revista Geografia Ensino & Pesquisa, 12(1):1-12. URL: http://w3.ufsm.br/vslagf/eixo1.pdf. Acesso 25.06.2015.

Pastoriza T.B. 2014. Ensino das mudanças climáticas com as rochas: a importância das rochas Moutonnée e dos Varvitos na história geológica da Terra. Uberlândia, Rev. Ens. Geografia, 5(9):73-86.URL: http://www.revistaensinogeografia.ig.ufu.br/. Acesso 15.06.2105.

Potapova M.S. 2008. Geologia como uma ciência histórica da natureza. Terrae Didatica, 3(1):86-90. [Trad. de: Potapova M.S 1968. Geology as an historical science of nature. In: Interaction of the science in the study of the Earth. Moscow: Progress, p.117-126]. URL: http://www.ige.unicamp.br/terraedidatica/v3/v3_a7.html. Acesso 16.10.2015.

Pérez-Aguilar A.P., Petri S., Hypólito R., Ezaki S., Souza P.A.de, Juliani C., Monteiro L.V.S., Azevedo Sobrinho J.M., Moschini F. 2009. Superfícies estriadas no embasamento granítico e vestígio de pavimento de clastos neopaleozóicos na região de Salto, SP. Ouro Preto: REM: R. Esc. Minas, 62(1): 17-22, jan. mar. 2009.

Pérez-Aguilar A., Petri S., Hypólito R., Ezaki S., Souza P.A., Juliani C., Monteiro L.V.S., Azevedo Sobrinho J.M., Moschini F. 2008. Pavimento Estriado Guaraú, Salto, SP. Marcas de geleira neopaleozóica no sudeste brasileiro. In: Winge M., Schobbenhaus C., Souza C.R.G., Fernandes A.C.S., Berbert-Born M., Queiroz E.T. Eds. 2008. Sítios Geológicos e Pa- leontológicos do Brasil. URL: http://sigep.cprm.gov.br/sitio035/sitio035.pdf. Acesso 11 mar.2016. [Ver versão final do capítulo impresso em: Winge M. (Ed.) et al. 2009. Sítios Geológicos e Paleontológicos do Brasil. Brasília: CPRM, 2009. v. 2. 515 p. il. Color]

Petri S., Souza P.A. 1993. Síntese dos conhecimentos e novas concepções sobre a bioestratigrafia do Sub-grupo Itararé, Bacia do Paraná, Brasil. Rev. Inst. Geol. [online]. 14(2):7-18. URL: http://ppegeo.igc.usp.br/scielo.php?script=sci_pdf&pid=S0100929X1993000200001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt. Acesso 10.11.2105.

Rocha-Campos A.C. 2002a. Rocha Moutonnée de Salto, SP. Típico registro de abrasão glacial do Neopaleozóico. In: C. Schobbenhaus, D.A. Campos, E.T.de Queiroz, M. Winge, M.L.C. Berbert-Born eds. 2002. Sítios Geológicos e Paleontológicos do Brasil. Brasília: DNPM BRASIL. Depto. Nac. Prod. Mineral (DNPM)/Serv. Geol. Brasil (CPRM). Com. Bras. Sítios Geol. e Paleobiol. (SIGEP). 2002. p. 155-159. URL: http://sigep.cprm.gov.br/sitio021/sitio021.htm. Acesso 26.06.2015.

Rocha-Campos A.C. 2002b. Varvito de Itu, SP. Registro clássico da glaciação neopaleozóica. In: C. Schobbenhaus, D.A. Campos, E.T.de Queiroz, M. Winge, M.L.C. Berbert-Born eds. 2002. Sítios Geológicos e Paleontológicos do Brasil. Brasília: DNPM BRASIL. Depto. Nac. Prod. Mineral (DNPM)/ Serv. Geol. Brasil (CPRM). Com. Bras. Sítios Geol. e Paleobiol. (SIGEP). 2002. p. 147-154. URL: http://sigep.cprm.gov.br/sitio062/sitio062.htm. Acesso 26.06.2015.

Todd J. 1990. Uma categoria econômica baseada na ecologia. In: Thompson W.I. 1990. Gaia. Uma teoria do conhecimento. São Paulo: Ed. Gaia. p. 123-136.

Washburne C.W. 1930. Petroleum geology of the State of São Paulo, Brasil. São Paulo, Bol. Com. Geogr. Geol. (22):1-282.

White I.C. 1908. Relatório final da Comissão de Estudos das Minas de Carvão de Pedra do Brasil. Trad. Carlos Moreira. Rio de Janeiro: DNPM , 1988. Parte I, p.1-300 , Parte II, p. 301-617. (ed. Fac-similar)

Publicado
2016-12-15
Como Citar
Carneiro, C. D. R. (2016). Glaciação antiga no Brasil: parques geológicos do Varvito e da Rocha Moutonnée nos municípios de Itu e Salto, SP. Terrae Didatica, 12(3), 209-219. https://doi.org/10.20396/td.v12i3.8647898
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)

<< < 1 2 3 4 5 > >>