1.
Curti-Contessoto B, Deângeli MA, Amorim LM. Traduzindo a identidade da favela brasileira na França: Je suis favela/Eu sou favela. Trab. Linguíst. Apl. [Internet]. 17º de abril de 2019 [citado 22º de abril de 2024];58(1):341-62. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/tla/article/view/8653889