1.
Cheibub B. “Colonianos”, “caravanistas”, “excursionistas” e “passeantes”: a história do sesc-SP, norteada pelas práticas de lazer turístico oferecidas pela instituição. URBANA: Rev. Eletrônica Cent. Interdiscip. Estud. Cid. [Internet]. 27º de maio de 2021 [citado 13º de julho de 2024];12:e020016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/urbana/article/view/8663372