OBEDUC: análise de aprendizagens docentes num contexto formativo sobre resolução de problemas

Autores

  • Douglas da Silva Tinti Universidade Cidade de São Paulo
  • Wanusa Rodrigues Ramos Pontificia Universidade Católica de São Paulo
  • Ana Lúcia Manrique Pontificia Universidade Católica de São Paulo
  • Laurizete Ferragut Passos Pontificia Universidade Católica de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.20396/zet.v24i45.8646527

Palavras-chave:

Resolução de problemas. Aprendizagem da docência. Formação de professores. Observatório da educação.

Resumo

O presente artigo é resultado de um projeto de pesquisa do Programa Observatório da Educação (OBEDUC), aprovado no edital de 2012. Por entender-se a Aprendizagem da Docência como parte integrante do Desenvolvimento Profissional Docente, este artigo tem por objetivo apresentar uma análise de aprendizagens docentes de professores que ensinam matemática na educação básica, participantes de um processo formativo pautado na investigação, na elaboração, na avaliação, na experimentação e na implementação de atividades envolvendo a resolução de problemas. Foram analisados encontros realizados em 2013 que tiveram esta temática como fio condutor. Os instrumentos de coleta de dados foram gravações em áudio dos encontros do grupo. Entre as aprendizagens docentes apontadas, destacam-se fases do raciocínio pedagógico, planejamento do trabalho docente e implementação da estratégia de resolução de problemas. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Douglas da Silva Tinti, Universidade Cidade de São Paulo

Doutorando em Educação Matemática pela PUC-SP. Professor e Coordenador do Curso de Licenciatura em Matemática da Universidade Cidade de São Paulo.

Wanusa Rodrigues Ramos, Pontificia Universidade Católica de São Paulo

Doutoranda em Educação Matemática pela PUC-SP. Professora da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo.

Ana Lúcia Manrique, Pontificia Universidade Católica de São Paulo

Doutora em Educação: Psicologia da Educação pela PUC-SP. Professora do Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática da PUC-SP.

Laurizete Ferragut Passos, Pontificia Universidade Católica de São Paulo

Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo. Professora do Programa de Estudos Pós-Graduados em Formação de Formadores da PUC-SP.

Referências

DANTE, L. R. (2002). Didática da resolução de problemas de Matemática. São Paulo: Ática.

FIORENTINI, D. (2013). Pesquisar práticas colaborativas ou pesquisar colaborativamente? In M. C. Borba, & J. L. Araújo (Orgs.), Pesquisa qualitativa em Educação Matemática (pp.53-85). Belo Horizonte, MG: Autêntica.

FIORENTINI, D., & NACARATO, A. M. (2005). Introdução: Investigando e teorizando a partir da prática a cultura e o desenvolvimento de professores que ensinam matemática. In D. FIORENTINI, & A. M. NACARATO (Org.), Cultura, formação e desenvolvimento profissional de professores que ensinam matemática (pp.7-17). São Paulo, SP: Musa.

LIMA, E. F., TERRAZZAN, E. A., GARRIDO, E., BRZEZINSKI, I., NÚÑEZ, I. B., PASSOS, L. F., & RIBAS, M. H. (2003). Análise dos trabalhos apresentados no GT08 no período de 1999 a 2003 (Trabalho encomendado). In 26 Anais da Reunião Anual da ANPEd. Poços de Caldas, MG, Brasil.

LORENZATO, S. A. (2006). Laboratório de ensino de Matemática e materiais didáticos manipuláveis. In S. A. LORENZATO (Org.), O laboratório de ensino de Matemática na formação de professores (pp.3-38). Campinas, SP: Autores Associados.

MANRIQUE, A. L., & PERENTELLI, L. F. (2008). Um estudo sobre a prática como componente curricular em cursos de licenciatura em matemática. In 8 Anais do Congresso Nacional de Educação. Curitiba, PR, Brasil. Retirado em 26 de janeiro de 2016, de http://www.pucpr.br/eventos/educere/educere2008/anais/pdf/737_526.pdf

MINISTÉRIO da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. (1997). Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática (Vol. 3, 1o e 2o ciclos do ensino fundamental). Brasília: Autor.

MINISTÉRIO da Educação. Secretaria de Educação Fundamental. (1998). Parâmetros Curriculares Nacionais: Matemática (3o e 4o ciclos do ensino fundamental). Brasília: Autor.

MIZUKAMI, M. G. N., REALI, A. M. M. R., REYES, C. R., MARTUCCI, E. M., LIMA, E. F., TANCREDI, R. M. S. P., & MELLO, R. R. (2002). Escola e aprendizagem da docência processos de investigação e formação. São Carlos, SP: EdUFSCar.

ONUCHIC, L. R. (1999). Ensino-aprendizagem de Matemática através da resolução de problemas. In M. A. V. Bicudo (Org.), Pesquisa em Educação Matemática: concepções e perspectivas (pp.199-218). São Paulo, SP: Unesp Editora.

PERRENOUD, P. (1994). La formation des enseignants entre théorie et pratique (Savoir et Formation). Paris: L’Harmattan.

POLYA, G. (1978). A arte de resolver problemas (H. L. Araújo, Trad.). Rio de Janeiro: Interciência.

RAMOS, W. R. (2015). Observatório da Educação da PUC/SP e a formação de professores que ensinam matemática em Comunidades de Prática. Dissertação de Mestrado em Educação Matemática, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil. Retirado em 26 de janeiro de 2016, de http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=18490

SACRISTÁN, J. G. (2000). O currículo: uma reflexão sobre a prática (3a ed.). Porto Alegre: Artmed.

SHULMAN, L. S. (1986). Those who understand: knowledge growth in teaching. Educational Researcher, 15(2), 4-14.

SHULMAN, L. S. (1987). Knowledge ant teaching: foundations of a new reform. Harvard Educational Review, 57(1), 1-21.

SMOLE, K. S., & DINIZ, M. I. (2001). Ler, escrever e resolver problemas: habilidades básicas para aprender matemática. Porto Alegre: Artmed.

TANCREDI, R. P. (2009). Aprendizagem da docência e profissionalização: elementos de uma reflexão. São Carlos: EdUFSCar.

TINTI, D. S. (2012). PIBID: um estudo sobre suas contribuições para o processo formativo de alunos de Licenciatura em Matemática da PUC-SP. Dissertação de Mestrado em Educação Matemática, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil. Retirado em 26 de janeiro de 2016, de: http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=14876

ZEICHNER, K. M. (1993). A formação reflexiva de professores: ideias e práticas. Lisboa: Educa.

Downloads

Publicado

2016-05-13

Como Citar

TINTI, D. da S.; RAMOS, W. R.; MANRIQUE, A. L.; PASSOS, L. F. OBEDUC: análise de aprendizagens docentes num contexto formativo sobre resolução de problemas. Zetetike, Campinas, SP, v. 24, n. 1, p. 29–41, 2016. DOI: 10.20396/zet.v24i45.8646527. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/zetetike/article/view/8646527. Acesso em: 29 jan. 2023.

Edição

Seção

Artigo