[1]
C. R. Riolfi e R. de O. Costa, “Marcas de argumentação em textos escritos por crianças”, Zetetike, vol. 18, fev. 2011.