Contribuições para o conceito de opinião pública

  • Rubens Figueiredo CEPAC
  • Sílvia Cervellini Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística
Palavras-chave: Debate político. Teoria da opinião pública. Formação da opinião

Resumo

Os autores retomam algumas críticas sobre o problema da definição de opinião pública e apresentam uma proposta conceitual que contempla quatro aspectos. O primeiro aspecto diz respeito à opinião pública quanto ao processo de formação, que deve ser o debate público; o segundo diz respeito à sua forma, ou seja, a expressão pública da opinião; o terceiro é o objeto específico da opinião, que diz respeito à relevância necessária para gerar o debate público. Finalmente, o quarto aspecto é o sujeito da opinião pública, que não tem limites precisos a não ser seu aspecto coletivo.

 

Abstract

The authors discuss some critics about the problem on conceptualizing the public opinion, and they make a conceptual proposal which covers the following four aspects: the first one is the process of formation of the public opinion, which is the public debate; the second one is about its shape, or the public opinion expression of the opinion; the third one is the specific issue of the opinion, which refers to the relevance acquired to create the public debate. Finally, the fourth aspect is the agent of the opinion, which has an precise limitations, but the collective aspect.

Keywords: public debate, public opinion theory, opinion formation

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rubens Figueiredo, CEPAC

Rubens Figueiredo é cientista político graduado e pós-graduado pela USP, consultor político, diretor geral do CEPAC, coordenador de conteúdo da Fundação Espaço Democrático, tendo estagiado nas principais centrais patronais da França, Inglaterra e Espanha.
É comentarista da rádio Jovem Pan, associado à World Association for Public Opinion Research (WAPOR), fundador e diretor executivo da Associação Brasileira de Consultores Políticos (ABCOP), integrante do Centro de Estudos de Opinião Pública da UNICAMP (CESOP), conselheiro da Fundação Konrad Adenauer, Federação Paulista de Futebol,Club Athletico Paulistano e da Associação Comercial de São Paulo.

Sílvia Cervellini, Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística
No IBOPE desde 2002, Silvia Cervellini é formada em ciências sociais pela Universidade de São Paulo (USP) e possui Masters em Opinião Pública pela Universidade de Connecticut (EUA). Cursou o programa de verão em Survey Research pela Universidade de Michigan e a especialização em Marketing Pleno da Madia e Associados.

Referências

BENIGER, J. R. The impact of polling on public opinion: reconciling Foucault, Habermas and Bordieu. International Journal of Public Opinion Research, Oxford, Oxford University Press, v. 4, n. 3, autumn 1992.

CONVERSE, P. The nature of belief systems in mass publics. In: APTER, D. E. (org.). Ideology and discontent. 1964.

FARAH, S. O fator opinião pública: como lidar com ele. São Paulo: IBRACO, 1992.

FIGUEIREDO, R.; CERVELLINI, S. O que é opinião pública. Ed. Brasiliense (no prelo). GOMES C. T. Opinião pública: os bastidores da ação política. São Paulo: Global Editora, 1993.

HABERMAS, J. Técnica e ciência enquanto ideologia. In: GRUNNEWALD et al. – tradutores. Os Pensadores. São Paulo: Abril Cultural, p. 341, 1983.

HERBST, S. Surveys in the public sphere: applying Bordieu's critique of opinion polls. International Journal of Public Opinion Research, Oxford, Oxford University Press, v. 4, n. 3, autumn 1992.

KEY JR., V. O. Public opinion and american democracy. New York: Alfred A. Knopf, 1961.

LADD, E. C. Has public opinion shifted on abortion?. The Public Perspective, Storrs, The Roper Center, v. 1, 1989.

LANE, R. E.; SEARS, D. O. A opinião pública. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1966.

LIPPMAN, W. The phantom public. London: Transaction Publishers, 1993.

MANIN, B. Le concept d'opinion publique, s/d MATTEUCCI, N. Opinião pública. In: BOBBIO, N.; MATTEUCI, N.; PASQUINO, G. Dicionário de

Política. Brasília: Ed. UnB, 1986.

OSKAMP, S. Attitudes and opinions. New Jersey: Prentice-Hall, 1977, p. 9.

PAGE, B. I.; SHAPIRO, R. Y. The rational public: fifty years of trends in american's policy preferences. Chicago: University of Chicago Press, 1992.

ROKEACH, M. Beliefs, attitudes and values: a theory of organization and change. San Francisco: Jossey-Bass, 1968.

ZALLER, J. R. The nature and origins of mass opinion. Cambrige: Cambrige University Press, 1993, p. 2.

Publicado
2015-10-16
Como Citar
Figueiredo, R., & Cervellini, S. (2015). Contribuições para o conceito de opinião pública. Opinião Pública, 3(3), 171-185. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/op/article/view/8641001
Seção
Artigos