Cultura democrática e cidadania

  • Evelina Dagnino Universidade Estadual de Campinas
  • Uliana Ferlim Universidade Estadual de Campinas
  • Daniela Romanelli Silva Universidade Estadual de Campinas
  • Ana Cláudia Chaves Teixeira Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Democracia. Cidadania. Autoritarismo social. Sociedade civil.

Resumo

Neste artigo, as autoras investigam as concepções de democracia, cidadania, política e autoritarismo social através de entrevistas realizadas com membros de movimentos sociais, sindicatos, associações de classe e partidos políticos. A pesquisa foi realizada na cidade de Campinas – SP, em 1993.

 

Abstract

In this article, the authors investigate the conceptions of democracy, citizenship, politics and social authoritarianism based on interviews with members of social movements, unions, class organizations and parties. The survey was conducted in Campinas – SP, in 1993.

Keywords: democracy, citizenship, social authoritarism, civil society.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Evelina Dagnino, Universidade Estadual de Campinas
Possui Mestrado em Ciência Política (UFMG, 1970) e Stanford University (1975) e Doutorado em Ciência Política (Stanford University ,1986). É professora titular na Universidade Estadual de Campinas, atuando principalmente nos seguintes temas: movimentos sociais, cidadania, sociedade civil, democracia e democratização. Ministrou cursos nas Universidades de Yale (USA), Gothemburg (Suécia), , FLACSO/Buenos Aires, IDES/UNGS Buenos Aires e na Universidade da Costa Rica. É membro do Board do United Nations Research Institute for Social Development (UNRISD), Genebra, 2009-2015, do Board of Trustees do Institute of Development Sudies (IDS) da University of Sussex, UK, 2013-2017, e do Executive Committee da Latin American Studies Association (LASA), 2015-2017.
Uliana Ferlim, Universidade Estadual de Campinas
Mestre em História Social pela Universidade Estadual de Campinas (2006). Graduação em Música Popular (1999) e Ciências Sociais (1994) pela mesma universidade. Professora assistente no Departamento de Música da UnB na área de Educação Musical: Educação a Distância desde 2009. Áreas de interesse: educação musical, educação a distância, aprendizagem informal, canto popular, músicos populares, canção popular.
Daniela Romanelli Silva, Universidade Estadual de Campinas
Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas(1995), graduação em Ciências Jurídicas e Sociais pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas(1995), mestrado em Ciência Política pela New School for Social Research(2001) e doutorado em Direito pela Universidade de São Paulo(2003). Atualmente é Advogada da F.Silva - Consultores Jurídicos e Advogados Associados e Monitoria da Universidade de São Paulo. Atuando principalmente nos seguintes temas:Estado democrático, democracia, direito, direitos políticos, liberdade política e participação.
Ana Cláudia Chaves Teixeira, Universidade Estadual de Campinas
É doutora em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas. Possui graduação em Ciências Sociais (1994) e mestrado em Ciência Política (2000) pela mesma universidade. É pesquisadora do Núcleo de Pesquisa em Participação, Movimentos Sociais e Ação Coletiva - NEPAC da Unicamp.

Referências

ALVAREZ, S.; DAGNINO, E. Para além da 'democracia realmente existente': movimentos sociais, a nova cidadania e a configuração de espaços públicos alternativos. Trabalho apresentado à Reunião Anual da ANPOCS. Caxambu, 1995.

ALVAREZ, S.; DAGNINO, E.; ESCOBAR, A. (org.). Cultures of politics/politics of cultures. Revisioning Latin American social movements. Boulder: Westview Press, 1998.

BAIERLE, S. Um novo princípio ético-político: prática social e sujeito nos movimentos populares urbanos em Porto Alegre nos anos 80. Dissertação de Mestrado em Ciência Política - UNICAMP, Campinas, 1992.

CARDOSO, R. Movimentos sociais urbanos: balanço crítico. In: SORJ; ALMEIDA (org.). Sociedade e política no Brasil pós-64. São Paulo: Brasiliense, 1993.

CARDOSO, R. A trajetória dos movimentos sociais. In: DAGNINO (org.). Os anos 90: política e sociedade no Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1994.

CARVALHO, J. M. Os Bestializados. São Paulo: Cia. das Letras, 1990.

CHAUÍ, M. Cultura e democracia. São Paulo: Editora Moderna, 1981.

COSTA, S. Esfera pública, redescoberta da sociedade civil e movimentos sociais no Brasil. Novos Estudos CEBRAP, n. 38, 1994.

COUTINHO, C. N. A democracia como valor universal. São Paulo: Ciências Humanas, 1980.

DAGNINO, E. Os movimentos sociais e a emergência de uma nova noção de cidadania. In: DAGNINO (org.). Os anos 90: política e sociedade no Brasil. São Paulo: Brasiliense, 1994.

DAGNINO, E. On becoming a citizen: the story of D. Marlene. In: BENMAYOR; SKOTNES (ed.). International yearbook of oral and life stories. Oxford: Oxford University Press, 1994.

DAGNINO, E. Culture, citizenship and democracy: changing discourses and practices of the latin american left. In: ALVAREZ, S.; DAGNINO, E.; ESCOBAR, A. (org.). Cultures of politics/politics of cultures. Re-visioning latin american social movements. Boulder: Westview Press, 1998.

DOIMO, A. M. A vez e a voz do popular. Rio de Janeiro: Relume Dumará/ANPOCS, 1995.

DURHAM, E. Movimentos sociais – a construção da cidadania. Novos Estudos Cebrap, n. 10, 1984.

EVERS, T. Identidade – a face oculta dos movimentos sociais. Novos Estudos Cebrap, n. 4, 1984.

FERLlM, U. D. C. Tradição autoritária e cultura democrática. Relatório de Pesquisa PIBICCNPq/UNICAMP, 1995.

LACLAU, E. New social movements and the plurality of the social. In: Slater, D. (ed.). New social movements and the State in Latin America. Amsterdam: Cedla, 1985.

MARSHALL, T. H. Cidadania, classe social e status. Rio de Janeiro: Zahar, 1967.

MENEGUELLO, R. Partidos e tendências de comportamento: o cenário político em 1994. In: DAGNINO, E. (org.). Os anos 90: política e sociedade no Brasil, 1994.

MOUFFE, C. (Org.). Dimensions of radical democracy. London: Verso, 1992.

NUNES, E.; JACOBI, P. Movimentos populares urbanos, poder local e conquista da democracia. In: MOISÉS, J. A. et al. (org.). Cidade, povo e poder. CEDEC/Paz e Terra, 1982.

O'DONNELL, G. Democracia delegativa. Novos Estudos CEBRAP, n. 31, outubro 1991.

PAOLI, M. C. Movimentos sociais no Brasil: em busca de um estatuto político. In: HELMANN M. (org.). Movimentos sociais e democracia no Brasil. São Paulo: Marco Zero, 1995.

SADER, E. Quando novos personagens entraram em cena – experiências e lutas dos trabalhadores da Grande São Paulo (1970-1980). São Paulo: Paz e Terra, 1988.

SALES, T. Raízes da desigualdade social na cultura política brasileira. Revista Brasileira de Ciências Sociais, n. 25, 1994.

SANTOS, W. G. Cidadania e justiça – a política social na ordem brasileira. Rio de Janeiro: Campus, 1979.

SCHERER-WARREN, I.; KRISCHKE, P. Uma revolução no cotidiano? os novos movimentos sociais na América Latina. São Paulo: Brasiliense, 1987.

SCHERER-WARREN, I. Redes de movimentos sociais. São Paulo: Loyola, 1993.

SILVA, D. R. A constituição da cidadania e a participação em entidades associativas. Relatório de Pesquisa – PIBIC-CNPq/UNICAMP, 1995.

SLATER, D. Social movements and a recasting of the political. In: SLATER, D. (ed.). New Social Movements and the State in Latin America. Amsterdam: CEDLA, 1985.

TEIXEIRA, A. C. C. Movimentos sociais e a construção de uma cultura democrática. Relatório de Pesquisa – PIBIC-CNPq/UNICAMP, 1995.

TELLES, V. S. A sociedade civil e a construção de espaços públicos. In: Os anos 90: política e sociedade no Brasil, 1994.

TELLES, V. S. Pauvreté et citoyenneté, dilèmme du Brésil contemporaine. Problèmes de Amérique Latine, n. 9, 1993.

WEFFORT, F. Por que democracia?. São Paulo: Brasiliense, 1984

Publicado
2015-10-16
Como Citar
Dagnino, E., Ferlim, U., Silva, D. R., & Teixeira, A. C. C. (2015). Cultura democrática e cidadania. Opinião Pública, 5(1), 20-71. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/op/article/view/8641028
Seção
Artigos