A dualidade na inserção política, social e familiar do idoso: estudo comparado dos casos de Brasil, Espanha e Estados Unidos

Autores

  • Maria Inez Machado Telles Walter Universidade de Brasília

Palavras-chave:

Envelhecimento. Família. Gerontologia social. Estudo comparado

Resumo

O artigo apresenta um estudo comparado da situação social, política, econômica e de saúde da população idosa do Brasil, Espanha e Estados Unidos. Foi feita uma discussão sobre o processo de mudança na estrutura de idades a partir da literatura dos três países. As análises de dados confirmaram as melhorias nas condições de vida do idoso e as mudanças em sua inserção social e em posições morais e políticas. Indicaram também que não há semelhanças ou diferenças entre os países que possam ser atribuídas à sua condição econômica ou à tradição cultural. A dualidade expressa uma transição nesse segmento, tradicionalmente visto negativamente e, hoje, considerado também como apoio econômico e familiar. Espera-se que se consolide a tendência de privilegiar o papel social positivo do idoso pela naturalização do envelhecimento e o estabelecimento de referências analíticas na própria velhice.

 

Abstract:

The paper presents a comparative study of social, political, economical, and health situation of aged population of Brazil, Spain, and United States. A discussion was made about changing process in age structure base don literature of the three countries. Data analysis confirmed improvements in aged people life conditions, and changing on social insertion and political and moral attitudes. Data indicated also that there are no similarities or differences among the countries which can be attributed to economic conditions, nor to cultural traditions. The duality expresses a transition in this segment, traditionally viewed in a negative way and, nowadays, also considered as economic and familiar support. The perspectives are that the aged people positive social role will be emphasized by naturalization of aging and by establishing de analytic references on aging itself.

Keywords: aging; family; social gerontology; comparative study

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Inez Machado Telles Walter, Universidade de Brasília

Bacharel em Estatística pela Universidade de Brasília (1982), mestre em Educação pela Universidade de Brasília (1997) e doutora em Sociologia pela Universidade de Brasília (2005). Pós-doutorado pela Universitat de Barcelona em gerontologia social em 2008. Atualmente é analista de tecnologia da Informação da Universidade de Brasília. Tem experiência na área de Probabilidade e Estatística, com ênfase em Levantamento e Tratamento de Dados Estatísticos, atuando principalmente nos seguintes temas: pesquisa comparada, planejamento de pesquisa social, métodos quantitativos em pesquisa social e avaliação de políticas públicas.


Abstract:

The paper presents a comparative study of social, political, economical, and health situation of aged population of Brazil, Spain, and United States. A discussion was made about changing process in age structure base don literature of the three countries. Data analysis confirmed improvements in aged people life conditions, and changing on social insertion and political and moral attitudes. Data indicated also that there are no similarities or differences among the countries which can be attributed to economic conditions, nor to cultural traditions. The duality expresses a transition in this segment, traditionally viewed in a negative way and, nowadays, also considered as economic and familiar support. The perspectives are that the aged people positive social role will be emphasized by naturalization of aging and by establishing de analytic references on aging itself.

Keywords: aging; family; social gerontology; comparative study

Referências

BORGES, M. C. M. O idoso e as políticas públicas e sociais no Brasil. In: SIMSOM, O. R. de M.; CACHIONI, M.; NERI, A. L. (org.). As múltiplas faces da velhice no Brasil. Campinas: Alínea, 2006.

CAMARANO, A. A. “Envelhecimento da população brasileira: uma contribuição demográfica.” Texto para discussão. Rio de Janeiro: IPEA, no 858, p. 1-31 Jan. 2002.

DEBERT, G. G. “A invenção da terceira idade e a rearticulação de formas de consumo e demandas políticas.” Revista Brasileira de Ciências Sociais. São Paulo. v. 12. no 34. p. 39-56, 1997.

DEBERT, G. G. O velho na propagando. Cadernos Pagu. Campinas: Núcleo de Estudos de Gênero/PAGU/UNICAMP, nº 21, p. 133-155, 2003.

ESSMAN, E. American attitudes toward the elderly. [Online]. Disponível em: <http://www.lifeintheusa.com/aging/attitude.htm>. Acesso em: [22 jun. 2007].

FOGEL, R. W. Biotechnology and the Burden of Age-Related Diseases. [Online] Disponível em : <http://cniss.wustl.edu/workshoppapers/FogelBiotechnologyLecture.pdf>. Acesso em: [24 fev. 2008].

FOGEL, R. W. Changes in the process of aging during the twentieth century: findings and procedures of the early indicators project. Population and Development Review, New York, v. 30, Supplement: Aging, Health, and Public Policy. p. 19-47, 2004.

GOLDANI, A. M. Relações intergeracionais e reconstrução do Estado de Bem-Estar: Por que se deve repensar essa relação para o Brasil? In: CAMARANO, A. A. (Org.). Os novos idosos brasileiros: muito além dos 60? Rio de Janeiro: IPEA, 2004.

LEIBING, A. “The old lady from Ipanema: changing notions of old age in Brazil.” Journal of Aging Studies. Amsterdam, nº 19, 2005. p.15–31, 2005.

LOPES, A. Dependência, contratos sociais e qualidade de vida na velhice. In: SIMSOM, O. R. de M.; CACHIONI, M.; NERI, A. L. (orgs.). As múltiplas faces da velhice no Brasil. Campinas: Alínea, 2006.

MASCARO, S. de A. O que é velhice. São Paulo: Brasiliense, 2004.

NAJBERG, S.; IKEDA, M. Previdência no Brasil: desafios e limites. Publicações BNDES, 10/1999. [Online]. Disponível em <http://www.bndes.gov.br/conhecimento/livro/eco90_08.pdf>. Acesso em: [10 mar. 2008].

ONU. Consejo Económico y Social. Principales acontecimientos en la esfera del envejecimiento desde la Segunda Asamblea Mundial sobre el Envejecimiento. Informe del Secretario General. 21 de novembro de 2006.

PAIVA, P. de T. A. e WAJNMAN, S. Das causas às consequências econômicas da transição demográfica no Brasil. Revista brasileira de estudos populacionais. [Online].v. 22, nº 2, p. 303-322. Disponível em: . Acesso em:[ 23 maio 2007].

PAIVA, P. de T. A. e WAJNMAN, S. “El envejecimiento demográfico y la política.” Tardor, Barcelona, nº 5, p.1-3. mar. 2003.

PÉREZ DÍAZ, J. “Consecuencias sociales del envejecimiento demográfico.” Papeles De Economía Española, Transformación Demográfica, Raíces y Consecuencias, Madrid. nº 104, p.210-226, jul. 2005.

PÉREZ DÍAZ, J. Demografía y envejecimiento. Madrid, Portal Mayores, InformesPortal Mayores. [Online]. nº 51. Lecciones de Gerontología, I [Fecha de publicación: 09/06/2006]. Disponível em: <http://www.imsersomayores.csic.es/documentos/documentos/perez-demografia- 01.pdf> Acesso em: [23 abr. 2007].

PNUD Brasil. Coleção Estudos Temáticos sobre os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Rede de Laboratórios Acadêmicos para o Acompanhamento dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. PNUD Brasil/PUC Minas, 2007.

PRADO, S. D. e SAYD, J. D. “A gerontologia como campo do conhecimento científico: conceito, interesses e projeto político.” Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro. v. 11. nº 2. p.491-501. abr.-jun. 2006.

QUEIROZ, B. L.; SAWYER, D. O.; CARVALHO, J. A. M. de; FREITAS, A. J. de; AGOSTINHO, C. S.; MÁXIMO, G. da C. Envelhecimento populacional e os sistemas públicos de suporte aos idosos: o caso brasileiro. In: BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Avaliação de políticas e programas do MDS: resultados: Bolsa Família e Assistência Social. Brasília: MDS – SAGI (Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome – Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação). Avaliação de políticas e programas do MDS: resultados; v. 2, 2007.

RODRIGUEZ AVILA, N.; GUILLEN ESTANY, M. STRASSBERG, B. A. 2007. The new responsibilities of social sciences in aging societies: the case of Spain. The International Journal of Interdisciplinary Social Sciences. Melbourne v. 2, nº 1. p. 213- 228. jan-feb. 2007.

WAITE, L. J. “The demographic faces of the elderly.” Population and Development Review, New York, v. 30, Supplement: Aging, Health, and Public Policy. p. 3-16, 2004.

WISE. D. A. “Social Security provisions and the labor force participation of older workers.” Population and Development Review, New York. v. 30, Supplement: Aging, Health, and Public Policy. p.176-205, 2004.

WONG, L. L. R. & CARVALHO, J. A. O rápido processo de envelhecimento populacional do Brasil: sérios desafios para as políticas públicas. Revista Brasileira de Estudos Populacionais [Online]. v. 23, nº 1. p. 5-26. Disponível em: Acesso em: [23 maio 2007].

Downloads

Publicado

2015-10-27

Como Citar

Walter, M. I. M. T. (2015). A dualidade na inserção política, social e familiar do idoso: estudo comparado dos casos de Brasil, Espanha e Estados Unidos. Opinião Pública, 16(1), 186–219. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/op/article/view/8641350

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)