Financiamento eleitoral, representação politica e gênero: uma analise das eleições de 2006

Autores

  • Teresa Sacchet Universidade de São Paulo
  • Bruno Wilhelm Speck Universidade Estadual de Campinas

Palavras-chave:

Financiamento eleitoral. Sucesso eleitoral. Mulheres. Gênero. Eleições

Resumo

Este artigo compara a arrecadação de campanha de mulheres e homens candidatos aos cargos de deputados federal e estadual no pleito de 2006, no Brasil. Com base em análise de dados desagregados por sexo a partir do banco estatístico do Tribunal Superior Eleitoral foi considerado se mulheres e homens têm arrecadações distintas de financiamento de campanha, e em que medida este pode constituir-se em um fator explicativo para o baixo desempenho eleitoral delas. Os dados evidenciam que as mulheres têm arrecadações de campanha significativamente menores que a dos homens, e que dada a alta correlação existente entre financiamento e sucesso eleitoral, este pode ser um dos elementos centrais para explicar o seu baixo desempenho eleitoral.

 

Abstract:

This article compares campaign revenue of female and male candidates to the positions of Federal and State Deputies in the elections of 2006, in Brazil. Based on analysis of disaggregated statistical data by sex, provided by the Superior Electoral Tribunal, it was considered if women and men raise different amounts of campaign revenue, and the extent to which this might constitute an explaining factor for women´s low electoral performance. Data provide evidence that women have campaign revenues significantly smaller than men and that given the existing high correlation between campaign finance and electoral success, this may constitute a central element in explaining their low performance in elections.

Keywords: electoral financing; electoral success; women; gender; elections

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Teresa Sacchet, Universidade de São Paulo

Possui doutorado em Ciência Política (Government) pela Universidade de Essex, mestrado em Política e Sociologia pela Universidade de Londres (Birckbeck College) e graduação em Serviço Social pela Universidade Federal de Santa Catarina. Concluiu um pós-doutorado no departamento de Ciência Política da Universidade de São Paulo em 2010, onde também lecionou entre 2006 e 2009, é pesquisadora do Núcleo de Pesquisa de Políticas Públicas e professora visitante do departamento de Estudos de Genero e Politicas para as Mulheres da Universidade da California Berkeley nos EUA. Foi professora do Escola de Desenvolvimento da Universidade de East Anglia na Inglaterra entre 2003 e 2005.

Bruno Wilhelm Speck, Universidade Estadual de Campinas

Possui graduação em Ciência Política pela Albert-Ludwigs-Universität Freiburg (1989), doutorado em Ciência Política pela Albert-Ludwigs-Universität Freiburg (1994), pós-doutorado no Instituto Max Planck para Direito Penal Comparativo em Freiburg (2000), na Universidade Livre de Berlim (2002) e no Massachusetts Institute of Technology (2013/2014). Atuou como assessor para a ONG Transparencia Brasil (2003-2004) e Transparency International (2004-2010). Foi professor doutor do Departamento de Ciencia Politica da Universidade Estadual de Campinas (1995-2014). Desde 2/2014 atua como professor no Departamento de Ciência Política da FFLCH da Universidade de São Paulo (USP).

Referências

BALLINGTON, J. Gender equality in political party funding. In: AUSTIN, R.; TJERNSTRÖM, M. (eds.). Funding of Political Parties and Election Campaigns. Stockholm: IDEA, 2003.

BARROW-GILLES, C. Political Party Financing and Women’s Political Participation in the Caribbean. In: GRINER, S.; ZOVATTO, D. (eds.). Funding of Political Parties and Election Campaigns in the Americas. San José, Costa Rica: OAS and International IDEA, 2005.

BRITTO, D. “O elo corporativo? Grupos de interesse, financiamento de campanha e regulação eleitoral”. Recife. PósGraduação em Ciência Política [Dissertação (mestrado)]. UFPE, 2009.

BURRELL, B. Campaign Financing: Women’s Experience in the Modern Era. In: THOMAS, S.; WILCOX, C. (eds.). Women and Elective Office: Past, Present and Future. 2ª ed. New York: Oxford University Press, 2005.

BURRELL, B. Looking for gender in women’s campaigns for national office in 2004 and beyond: in what ways is gender still a factor? Politics and Gender, v. 2, n.3, p.354-362, 2006.

FOX, R. L. Gender Dynamics in Congressional Elections. Thousand. Oaks, CA: Sage, 1997 FRANCIA, P. L. “Early Fundraising by Nonincumbent Female Congressional Candidates. The Importance of Women's PACs”. Women & Politics, v. 23, n. 1, p.7 - 20, 2001.

HOGAN R. E. “The Effects of Candidate Gender on Campaign Spending in State Legislative Elections”. Social Science Quarterly, v. 88, n. 5, p. 1092-1105, 2007.

HTUN, M.; JONES, M. P. Engendering the Right to Participate in Decision-Making: Electoral Quotas and Women’s Leadership in Latin America. In: CRASKE, N.; MOLYNEUX, M. (eds.). Gender, and the Politics of Rights and Democracy in Latin America. Basingstoke: Palgrave, 2002.

INTER-PARLIAMENTARY UNION. “Women in Parliaments”. Inter-Parliamentary Union, 2011. Disponível em: <http://www.ipu.org/wmn-e/classif.htm>. Acesso em: 17 set. 2010.

IBOPE/GALVÃO, P.“Mulheres na Política”, 2009. Disponível em: <http://www.agenciapatriciagalvao.org.br/images/stories/PDF/politica/pesq_mulherepol.pdf>. Acesso em: 15 set.2010.

JAKOBSEN, G. C. “The effects of campaign spending in house elections: new evidence for old arguments” American Journal of Political Science, v.34, n.2, p.334-362, may 1990.

LOWNDES, V. Getting on or Getting by? Women, Social Capital and Political Participation: In: GÊNERO E CAPITAL SOCIAL, 2003, Universidade de Manitoba Winnipeg, Canadá.

MATLAND, R. Enhancing Women's Political Participation: Legislative Recruitment and Electoral Systems. In: KARAN, A. (org.). Women in Parliament: Beyond Numbers. Stockholm: IDEA, 1998.

MIGUEL, L. F.; QUEIROZ, C. M. “Diferenças regionais e o êxito relativo de mulheres em eleições municipais no Brasil”. Revista Estudos Feministas, v. 14, p. 363-385, 2006.

NORRIS, P.; LOVENDUSKI, J. Political Recruitment. Cambridge: Cambridge University Press, 1995.

PEIXOTO, V. M. “Financiamento de campanhas: o Brasil em perspectiva comparada”. Perspectivas: Revista de Ciências Sociais, v. 35, 2009.

PHILLIPS. A. The Politics of Presence. London: Routledge, 1995.

PINTO-DUSCHINSKY, M. “Financing Politics: A Global View”. Journal of Democracy, v.13, n.4, p.69-86, October 2002.

RULE, W. Parliament of, by and for the people: except for women? In: RULE, W. and ZIMMERMAN, J. (eds.). Electoral Systems in comparative Perspective: Their impact on Women and ministers. Westport, Connecting and London: Greenwood Press, 1994.

SACCHET, T. Representação Política e Gênero no Brasil: uma análise sobre o responsividade dos Partidos. In: ENCONTRO DA ANPOCS, 34º, 2010. Caxambu, Minas Gerais. 25 a 29 de outubro.

SACCHET, T. Political Parties and Gender in Latin America: an overview of conditions and responsiveness. In: GOETZ, A. M. (org.). Governing Women: Women´s Political Effectiveness in Contexts of Democracy and Governance Reform. New York: Routledge, 2008.

SACCHET, T. “Capital Social, Gênero e Representação Política no Brasil”. Opinião Pública, Campinas, v.15, n.2, 2009.

SAMUELS, D. “Money, Elections, and Democracy in Brazil”. Latin American Politics and Society, v.43, n.2, p. 27-48, Summer, 2001.

SPECK, B. W. “Reagir a escândalos ou perseguir ideais? A regulação do financiamento político no Brasil”. Cadernos Adenauer, Ano 6, n. 2, p. 123-159, 2005.

SPECK, B. W. “O financiamento da política nos Estados Unidos. Uma aproximação descritiva”. Estudos e Análises de Conjuntura, n. 2/2010, Observatório Político dos Estados Unidos, 2010.

STRATMANN, T. “How prices matter in politics: the returns to campaign advertising”. Public Choice, 140, p. 357–377, 2009.

THOMPSON, J. A.; MONCRIEF, G. F.; HAMM, K. E. Gender, Candidate Attributes, and Campaign Contributions. In: THOMPSON, J. A.; MONCRIEF, G. F. (eds.). Campaign Finance in State Legislative Elections. Washington, DC: CQ Press, 1998.

UHLANER, C. J.; SCHLOZMAN, K. L. “Candidate Gender and Congressional Campaign Receipts”, Journal of Politics, v. 48, p.30-50, Feb. 1986.

Downloads

Publicado

2015-10-27

Como Citar

SACCHET, T.; SPECK, B. W. Financiamento eleitoral, representação politica e gênero: uma analise das eleições de 2006. Opinião Pública, Campinas, SP, v. 18, n. 1, p. 177-197, 2015. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/op/article/view/8641406. Acesso em: 29 out. 2020.

Edição

Seção

Artigos