O efeito da experiência democrática na estrutura da legitimidade na América Latina e no Caribe

Autores

  • Luciana Fernandes Veiga Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
  • Ednaldo Ribeiro Universidad Estatal de Maringá
  • María Alejandra Nicolás Universidad Federal de la Integración Latino-Americana
  • Rachel Callai Bragatto Universidad Federal de Paraná

Palavras-chave:

Democracia. Legitimidade democrática. América Latina e Caribe. Apoio difuso e específico. Regimes autoritários.

Resumo

Este artigo refere-se a um paradoxo hoje presente na América Latina e no Caribe: verifica-se o aumento progressivo da adesão à democracia mas uma crescente diminuição da satisfação com o sistema. O fator temporal poderia explicar essa contradição? O artigo apresenta como a idade dos cidadãos e os anos de experiência democrática das nações influenciam nas disposições individuas em relação à democracia em termos de apoios difuso e específico. Aplicamos análise fatorial e um modelo multinível de regressão multivariada. Nossos resultados demonstram a relação entre a experiência com o regime democrático e o apoio às dimensões mais difusas da legitimidade, porém isso não se confirmou nas dimensões mais específicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciana Fernandes Veiga, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro

Possui mestrado e doutorado em Ciência Política (Ciência Política e Sociologia) pelo Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro (2001) e pós-doutorado em Ciência Política pela Universidade da Califórnia - Irvine, 2013. Visiting Scholar em University of Illinois, janeiro e fevereiro de 2016, Visiting Scholar em York University, em 2010. Atualmente é professora associada da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - Unirio, atuando no curso de graduação em Ciência Política. É coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da UNIRIO (2017-2020).

Ednaldo Ribeiro, Universidad Estatal de Maringá

Profesor de Ciencia Política, Departamento de Ciencias Sociales, Universidad Estatal de Maringá (UEM), Maringá, Brasil.

María Alejandra Nicolás, Universidad Federal de la Integración Latino-Americana

Profesora de Administración Pública y Políticas Públicas, Instituto Latino-Americano de Economía, Sociedad y Política (Ilaesp), Universidad Federal de la Integración Latino-Americana.

Rachel Callai Bragatto, Universidad Federal de Paraná

Doctora en Sociología, Universidad Federal de Paraná (UFPR), Curitiba, Brasil.

Referências

Almond, G.; Verba, S. The civic culture: political attitudes and democracy in five nations. California: Sage Publications, 1989.

Anastasia, F.; Melo, R. C.; Santos, F. Governabilidade e representação política na América do Sul. Rio de Janeiro: Fundação Konrad Adenahuer/Fundação Unesp, 2004.

Baquero, M. A cultura política na agenda da democratização na América Latina. In: Baquero, M. Cultura(s) política(s) e democracia no século XXI na América Latina. Porto Alegre: Editora da UFRGS, p. 13-24, 2011a.

Baquero, M. Padrões de constituição da cultura política na América Latina no século XXI. In: Baquero, M. Cultura(s) política(s) e democracia no século XXI na América Latina. Porto Alegre: Editora da UFRGS, p. 13-24, 2011b.

Booth, J.; Seligson, M. The legitimacy puzzle in Latin America: political support and democracy in eight nations. Cambridge: Cambridge University Press, 2009.

Chasquetti, D. Democracia, multipartidarismo y coaliciones en América Latina: evaluando la difícil combinación. In: Lanzaro, J. Tipos de presidencialismo y coaliciones políticas en América Latina. Buenos Aires: Clacso, p. 319-359, 2003.

Cheresky, I.; Chonchol, J. Crise e transformação dos regimes autoritários. Campinas: Ícone Editora Ltda./Editora da Unicamp, 1986.

Dahl. R. La poliarquia. Participación y oposición. Buenos Aires: Editorial Rei Argentina, 1989.

Dalton, R. Political support in advanced industrial countries. In: Norris, P. (ed.). Critical citizens: global support for democratic governance. UK: Oxford University Press, p. 57-78, 1999.

Dalton, R. Democratic challenges, democratic choices: the erosion of political support in advanced industrial democratic. Oxford: Oxford University Press, 2004.

Easton, D. Esquema para el análisis político. Buenos Aires: Amorrortu Editores, 1999.

Gunther, R.; Monteiro, J. R. “Legitimidade política em novas democracias”. Opinião Pública, Campinas, vol. 9, nº 1, p. 1-43, mayo 2003.

Hair, J.; Anderson, R.; Tatham, R. Multivariate data analysis. New York: Macmillan Publishing, 1987.

Huntington, S. A terceira onda. São Paulo: Ática, 1994.

Klingemann, H. D. Mapping political support in the 1990s: a global analysis. In: Norris, P. (ed.). Critical citizens: global support for democratic governance. UK: Oxford University Press, p. 31-56, 1999.

Lagos, M. “A máscara sorridente da América Latina”. Opinião Pública, Campinas, vol. 6, nº 1, p. 1-16, abril 2000.

Mainwaring, S. “Presidentialism in Latin America”. Latin America Research Review, Pittsburgh, vol. 25, nº 1, p. 157-179, 1990.

Mainwaring, S.; Shugart, M. “Juan Linz, presidentialism, and democracy: a critical appraisal”. Novos Estudos Cebrap, São Paulo, vol. 37, p. 191-213, 1993.

Moisés, J. Á. “Confiança e instituições democráticas”. Lua Nova, São Paulo, n° 65, p. 71-94, ene.-abr. 2005.

Moisés, J. Á. “Cultura política, instituições e democracia: lições da experiência brasileira”. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, vol. 23, n° 66, p. 11-43, feb. 2008.

Moisés, J. Á. Cultura política, instituições e democracia – Lições da experiência brasileira. In: Moisés, J. Á. (ed.). Democracia e confiança: por que os cidadãos desconfiam das instituições públicas?. São Paulo: Edusp, p. 77-121, 2010.

Moisés, J. Á.; Carneiro, G. P. Democracia, desconfiança política e insatisfação com o regime – O caso do Brasil. In: Moisés, J. Á. (ed.). Democracia e confiança: por que os cidadãos desconfiam das instituições públicas? São Paulo: Edusp, p. 149-184, 2010.

Morlino, L. “Explicar la calidad democrática ¿Qué tan relevantes son las tradiciones autoritarias?”. Revista de Ciencia Política, Chile, vol. 27, n° 2, p. 3-22, 2007.

Muller, E.; Seligson, M. A. “Civic culture and democracy: the question of causal relationships”. American Political Science Review, Washington, vol. 88, nº 3, p. 635-652, sep. 1994.

Norris, P. Critical citizens: global support for democratic governance. UK: Oxford University Press, 1999.

O’Donnell, G. “Democracia delegativa”. Novos Estudos Cebrap, São Paulo, vol. 31, p. 25-40, 1991.

Putnam, R. D. Bowling alone: the collapse and revival of American community. New York: Simon & Schuster Paperbacks, 2000.

Raudenbush, S. W.; Bryk, A. S. Hierarchical linear models: applications and data analysis methods. EUA: Sage Publications, 2002.

Ribeiro, E. A. “As dimensões da legitimidade democrática no Brasil”. Revista Teoria e Sociedade, Belo Horizonte, n° 16, vol. 1, p. 120-143, ene.-jun. 2008.

Seligson, M. A.; Booth, J. A.; Gómez, M. B. “Os contornos da cidadania crítica: explorando a legitimidade democrática”. Opinião Pública, São Paulo, vol. 12, nº 1, p. 1-37, abr.-mayo 2006.

Smith, P. Democracy in Latin America: political change in comparative perspective. New York: Oxford University Press, 2005.

Snijders, T. A. B.; Bosker, R. J. Multilevel analysis: an introduction to basic and advanced multilevel modeling. California: Sage, 1999.

Publicado

2017-11-09

Como Citar

VEIGA, L. F.; RIBEIRO, E.; NICOLÁS, M. A.; BRAGATTO, R. C. O efeito da experiência democrática na estrutura da legitimidade na América Latina e no Caribe. Opinião Pública, Campinas, SP, v. 23, n. 2, p. 289–315, 2017. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/op/article/view/8650181. Acesso em: 27 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)