Mulheres com carreiras políticas longevas no legislativo brasileiro (1950-2014)

Autores

  • Celi Regina Jardim Pinto Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Augusta Silveira Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Palavras-chave:

Carreira. Legislativo. Deputadas. Mulheres. Capital político.

Resumo

O artigo analisa a trajetória política de 62 mulheres que, ao longo de 17 legislaturas, exerceram no mínimo três mandatos de deputadas, sendo pelo menos um como deputada federal, com o objetivo de responder a seguinte questão: quais são os requisitos necessários para as mulheres chegarem a ter carreiras parlamentares exitosas em um país que está em 151° entre os 187 países analisados quanto à participação das mulheres nos parlamentos em 2017? O artigo está dividido em duas sessões: a primeira faz um apanhado geral do universo das mulheres eleitas deputadas estaduais e federais entre 1950-2014, no total de 653 deputadas; a segunda ocupa-se das 62, foco central do trabalho. A análise da trajetória das 62 deputadas demonstrou que suas carreiras políticas longevas seguem caminhos tradicionais de políticos homens e este achado constitui-se uma das principais razões da escassa presença das mulheres na vida política brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Celi Regina Jardim Pinto, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Possui graduação em Licenciatura Em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1972), mestrado em Ciência Política pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1979) e doutorado em Doutorado Em Governo - University of Essex (1986). Atualmente é professora Tirtular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 

Augusta Silveira, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Departamento de História, Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Referências

ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010. Disponível em: http://cpdoc.fgv.br. Acesso em: 14 maio 2017.

ALVES, J.E. D.; PINTO, C. R.; JORDÃO, F. (orgs.). Mulheres nas eleições 2010. São Paulo: ABCP/SPM (Associação Brasileira de Ciência Política/Secretaria de Política para Mulheres), 2012.

AQUINO, M.; COSTA, M.; MORAES, L. Zulaiê Cobra Ribeiro. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro: pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010.

ARAÚJO, C. “Potencialidades e limites da política de cotas no Brasil”. Estudos Feministas, vol. 9, n° 1, p. 231-252, 2001.

ARAÚJO, C. “Gênero e acesso ao Poder Legislativo no Brasil: as cotas entre as instituições e a cultura”. Revista Brasileira de Ciência Política,n° 2, p. 23-59, 2009.

ARAÚJO, C. “Rotas de ingresso, trajetórias e acesso das mulheres ao Legislativo: um estudo comparado entre Brasil e Argentina”. Estudos Feministas, vol. 18, n° 2, p. 567-584, 2010.

ARAÚJO, C. “Cidadania democrática e inserção política das mulheres”. Revista Brasileira de Ciência Política,n° 9, p. 147-168, 2012.

ARAÚJO, C.; ALVES, J. E. D. “Impactos de indicadores sociais e do sistema eleitoral sobre as chances das mulheres nas eleições e suas interações com as cotas”. Dados, vol. 50, n° 3, p. 535-577, 2007.

AVELAR, L. Mulheres na elite política brasileira: canais de acesso ao poder. São Paulo: Konrad Adenauer Stiftung, 1996.

BOBBIO, N. Direita e esquerda – razões e significados de uma distinção política. São Paulo: Editora Unesp, 1994.

BORGES, A.; SANCHESFILHO,A. O. “Federalismo, coalizões de governo e escolhas de carreira dos deputados federais”. Opinião Pública, vol. 22, n° 1, p. 1-27, 2016.

BOURDIEU, P. La distinction.Paris: Minuit, 1979.

BOURDIEU, P. O poder simbólico. Rio de Janeiro: Bertrand, 1989.

BOURDIEU, P.;WACQUANT, L. Réponses. Pour une anthropologie réflexive.Paris: Seuil, 1992.

BRAGA, S. S.; NICOLÁS, M. A. “Prosopografia a partir da web: avaliando e mensurando as fontes para o estudo das elites parlamentares brasileiras na internet”. Revista de Sociologia e Política, vol. 16, n° 30, p. 107-130, 2008.

BRASIL. Câmara dos Deputados. “80% dos deputados federais eleitos têm nível superior”. Câmara Notícias, 6 out. 2014. Disponível em: http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/POLITICA/475472-80-DOS-DEPUTADOS-FEDERAIS-ELEITOS-TEM-NIVEL-SUPERIOR.html. Acesso em: 27 jan. 2017.

BRASIL. Câmara dos Deputados. Banco de dados. Disponível em: http://www2.camara.leg.br. Acesso em: 19 jul. 2017.

BRASIL. Câmara dos Deputados. Resolução nº 17, de 1989: Regimento Interno da Câmara dos Deputados. 6ª ed. Brasília, 2003. Disponível em: http://www2.camara.leg.br/atividade-legislativa/legislacao/regimento-interno-da-camara-dos-deputados. Acesso em: 3 abr. 2018.

BRASIL. IBGE. Censo demográfico 2010. 27 abr. 2012. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/presidencia/noticias/imprensa/ppts/00000008473104122012315727483985.pdf. Acesso em: 14 maio 2017.

BRASIL. TSE. Eleições Anteriores,2016a. Disponível em: http://www.tse.jus.br/eleitor-e-eleicoes/eleicoes/eleicoes-anteriores/eleicoes-anteriores. Acesso em: 14 fev. 2018.

BRASIL. TSE. Repositório de dados eleitorais, 2016b. Disponível em: http://www.tse.jus.br/eleitor-e-eleicoes/estatisticas/repositorio-de-dados-eleitorais-1/repositorio-de-dados-eleitorais. Acesso em: 14 fev. 2018.

CANATO, C. “O voto disperso para candidatos de carreira parlamentar longa”. Seminário Nacional do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Ufes, vol. 1, n° 1, 2011. Disponível em: http://periodicos.ufes.br/SNPGCS/article/view/1496. Acesso em: 4 jul. 2017.

CARNEIRO, A.; ARAÚJO, G. Antonia Lúcia Navarro Braga. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010.

CARNEIRO, A.; JUNQUEIRA, E. Maria Zila Frota Bezerra de Oliveira. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010a.

CARNEIRO, A. Elizabeth Azize. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010b.

CONGRESSO EM FOCO. “Índice de renovação na Câmara chega a 43,5%”, 2014. Disponível em: http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/indice-de-renovacao-de-parlamentares-na-camara-chega-a-435/. Acesso em: 5 abr. 2018.

COSTA, A. A. A. As donas no poder: mulher e política na Bahia. Salvador: Neim/UFBA/Assembleia Legislativa da Bahia, 1998.

COSTA, M. Fátima Pelaes. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010.

COSTA, M.; BARROS, R.; GOMES, A. Sandra Meira Starling. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010.

ESCOREL, S.; COSTA, M.; MATTOS, M. A. Luiza Erundina de Sousa. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010.

FERREIRA, L. G. (org.). Presença feminina. Recife: Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco, 2002.

FAVRETTO, R. “A política como profissão: trajetória de políticos do Poder Legislativo catarinense. Florianópolis”. Dissertação de Mestrado em Psicologia. Universidade Federal de Santa Catarina, 2015. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/136359/335884.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 21 abr. 2017.

FRASER, N. “Mapeando a imaginação feminista: da redistribuição ao reconhecimento e à representação”. Estudos Feministas, vol. 15, n° 2, p. 291-308, 2007.

FRASER, N. Scales of justice: reimagining political space in a globalizing world. New York: Columbia University Press, 2009.

FRASER, N. Fortunes of feminism: from state-managed capitalism to neoliberal crisis and beyond. New York: Verso, 2013.

FRASER, N.; HONNETH, A. Redistribuition or recognition?A political–philosophical exchange. London: Verso, 2003.

GANDRA, A. “Brasil ocupa 115º lugar em ranking de mulheres na política”. Agência Brasil, 30 mar. 2017. Disponível em: http://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2017-03/brasil-ocupa-115o-lugar-em-ranking-de-mulheres-na-politica. Acesso em: 1 abr. 2017.

GARCIA, M. Maria do Carmo Lara Perpétuo. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010.

GOMES, A. Jô Morais. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010.

IPU – INTER-PARLIAMENTARYUNION. Women in national parliaments, 2017. Disponível em: http://archive.ipu.org/wmn-e/classif.htm. Acesso em: 13 fev 2018.

JOFFILY, M. Edna Macedo. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010.

LEONI, E.; PEREIRA, C.; RENNÓ, L. “Estratégias para sobreviver politicamente: escolhas de carreiras na Câmara de Deputados do Brasil”. Opinião Pública, vol. 9, n° 1, p. 44-67, 2003.

LIMA, E. C.; BARROS, R.; BASTOS, M. Júnia Marise. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010.

MARQUES, D. “Gênero e carreira política: o que diferencia deputadas e deputados federais em suas trajetórias?”.V Congreso Latinoamericano de Ciencia Política. Asociación Latinoamericana de Ciencia Política, Buenos Aires, 2010. Disponível em: http://cdsa.aacademica.org/000-036/324.pdf. Acesso em: 23 jul. 2017.

MIGUEL, L. F.; BIROLI, F. “Práticas de gênero e carreiras políticas: vertentes explicativas”. Estudos Feministas, vol. 18, n° 3, p. 653-679, 2010.

MIGUEL, L. F.; MARQUES, D.; MACHADO, C. “Capital familiar e carreira política no Brasil: gênero, partido e região nas trajetórias para a Câmara dos Deputados”. Dados, vol. 58, n° 3, p. 721-747, 2015.

MONTEIRO, M. C.; SOUSA, A. C. Sandra Martins Cavalcanti de Albuquerque. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010.

MOURA, G.; SOUSA, L. O. Yeda Rorato Crusius. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010a.

MOURA, G. Maria Laura Monteza de Sousa Carneiro. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010b.

NERY, A. “Filhos de políticos famosos são eleitos pelo país”. G1, 5 out. 2014. Disponível em: http://g1.globo.com/politica/eleicoes/2014/blog/eleicao-em-numeros/post/filhos-de-politicos-famosos-sao-eleitos-pelo-pais.html. Acesso em: 7 fev. 2017.

ORSATO, A. “Como mulher e deputada: a presença feminina na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul (1951-2011)”. Porto Alegre. Doutorado em Ciência Política. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, 2013.

PEREIRA, C.; RENNÓ, L. “O que é que o reeleito tem? Dinâmicas político-institucionais locais e nacionais nas eleições de 1998 para a Câmara dos Deputados”. Dados, vol. 44, n° 2, p. 133-172, 2001.

PEREIRA, P.; SOUSA, L. O.; DANTAS, A. Maria Aparecida Campos Straus. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010.

PINHEIRO, L. Fátima Bezerra. In: ABREU, A. A.,et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010a.

PINHEIRO, L. Iriny Lopes. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010b.

PINHEIRO, L. Sandra Rosado. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010c.

PNUDBrasil. Ranking IDH Global 2014. Disponível em: http://www.br.undp.org/content/brazil/pt/home/idh0/rankings/idh-global.html. Acesso em: 13 de fev. 2018.

QUARTI, M. Rosilda de Freitas. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro: pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010a.

QUARTI, M. Marilu Segatto Guimarães. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010b.

QUARTI, M.; CORREIA, M. L. Rita de Cássia Paste Camata. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010.

ROCHA, A. Luciana Genro. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010.

SACCHET, T.; SPECK, B. “Financiamento eleitoral, representação política e gênero: uma análise das eleições de 2006”. Opinião Pública, vol. 18, n° 1, p. 177-197, 2012.

SANTOS, A. M.; SERNA, M. “Por que carreiras políticas na esquerda e na direita não são iguais? Recrutamento legislativo em Brasil, Chile e Uruguai”. Revista Brasileira de Ciências Sociais, vol. 22, n° 64, p. 93-113, 2007.

SETEMY, A. Elcione Teresinha Zahluth Barbalho. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro: pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010.

SILVA, E.; SOUSA, L. O.; DANTAS, A. Jandira Feghali. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro: pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010.

SOUSA, J.; ARAGÃO, M. Lídice da Mata e Sousa. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010.

SOUSA, L. O. Ivete Vargas. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro: pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010.

SOUSA, L. O. Maria Elvira Sales Ferreira. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro: pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010b.

SOUSA, L. O.; COSTA, M. Irma Rosseto Passoni. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010.

SOUSA, L. O.; COSTA, M.; CAMARGO,O. Telma Sandra Augusto de Souza. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010.

TABAK, F. Autoritarismo e participação política da mulher. Rio de Janeiro: Graal, 1983.

TABAK, F. A mulher brasileira no Congresso Nacional. Brasília: Câmara dos Deputados, Coordenação de Publicações, 1989.

TABAK, F. Mulheres públicas: participação política e poder. Rio de Janeiro: Letra Capital, 2002. Coleção Direito e Sociedade.

TOSTE, A.; MONTALVÃO, S. Maria Cristina de Lima Tavares Correia. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro: pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010.

VELASQUEZ, M.; COUTO, A. F.; CORREIA, M. L. Benedita Sousa da Silva. In: ABREU, A. A., et al. (coords.). Dicionário histórico-biográfico brasileiro:pós-1930. Rio de Janeiro: FGV-CPDOC, 2010.

Downloads

Publicado

2018-04-23

Como Citar

PINTO, C. R. J.; SILVEIRA, A. Mulheres com carreiras políticas longevas no legislativo brasileiro (1950-2014). Opinião Pública, Campinas, SP, v. 24, n. 1, p. 178–208, 2018. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/op/article/view/8652283. Acesso em: 2 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos