Voltar aos Detalhes do Artigo Cores efêmeras, palavras persistentes: arcos triunfais no México de 1680 Baixar Baixar PDF