Voltar aos Detalhes do Artigo Consumo, espaço e identificação: o sujeito rolêzeiro na rede de sentidos. Baixar Baixar PDF