Banner Portal
Consumo, espaço e identificação: o sujeito rolêzeiro na rede de sentidos.
PDF

Palavras-chave

Sujeito. Corpo. Espaço. Consumo. Marca. Rolêzinho.

Como Citar

CARROZZA, G.; ALVARENGA, C. C. Consumo, espaço e identificação: o sujeito rolêzeiro na rede de sentidos. RUA, Campinas, SP, v. 22, n. 2, p. 397–406, 2016. DOI: 10.20396/rua.v22i2.8647941. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8647941. Acesso em: 23 fev. 2024.

Resumo

O viver em sociedade no mundo contemporâneo traz questões que tocam nos modos como o sujeito lida com a ideologia, pensada como materialmente ligada ao inconsciente. Isso significa dizer que o sujeito se constitui pelos discursos que circulam socialmente e produzem lugares de identificação. Uma das entradas onde é possível observar esse funcionamento é o corpo do sujeito que, de acordo com Orlandi (2012), é tomado como materialidade significativa. Trazemos para a reflexão um tipo específico de manifestação pública, conhecido como rolêzinho, tendo como foco de observação o corpo do sujeito em movimento no espaço público, relacionando-o a uma lógica de funcionamento capitalista, na qual as relações de consumo são determinantes. Pretendemos levar às consequências as reflexões acerca da relação dos sujeitos com seus corpos inseridos em espaços determinados de circulação, onde a organização desponta como naturalmente necessária
https://doi.org/10.20396/rua.v22i2.8647941
PDF

Referências

ACHARD, Pierre. Memória e produção discursiva do sentido. In:

ACHARD, Pierre et al. Papel da memória. Trad. José Horta Nunes. Campinas: Pontes, 1999.

BALDINI, Lauro. Cidade e sujeito na rede. In ORLANDI. E. P. (Org). Discurso, espaço, memória: caminhos da identidade no sul de Minas. Campinas: Editora RG, 2011.

CORBIN, Alain; COURTINE, Jean-Jacques; VIGARELLO, Georges. História do corpo: as mutações do olhar: o século XX. Vol. 3. Tradução de Ephraim Ferreira Alves. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.

HENRY, Paul. A história não existe? In ORLANDI, Eni P. (Org.) Gestos de leitura: da história no discurso. 2 ed. Campinas, SP, Editora da Unicamp. 1997. p. 29-53

ORLANDI, Eni P. Discurso, imaginário social e conhecimento. Revista Em Aberto. Ano 14, n. 61, p. 52-59. Brasília, jan/mar 1994.

ORLANDI, Eni P., Discurso e Texto: formulação e circulação dos sentidos. Campinas, SP: Pontes, 2001.

ORLANDI, Eni P., À flor da pele: indivíduo e sociedade. In MARIANI, Bethania (Org.) A escrita e os escritos: reflexões em análise do discurso e psicanálise. São Carlos: Claraluz, 2006. P. 21-30

ORLANDI, Eni P., Discurso em análise: sujeito, sentido, ideologia. Campinas: Pontes, 2012.

PÊCHEUX, Michel. Ler o arquivo hoje. In: ORLANDI, Eni P. (Org.) Gestos de leitura: da história no discurso. 2 ed. Campinas: Editora da Unicamp, 1997.

PÊCHEUX, Michel., Papel da Memória. In: ACHARD, Pierre et al. Papel da memória. Trad. José Horta Nunes. Campinas: Pontes, 1999.

SITES:

http://tvuol.uol.com.br/video/voce-conhece-as-rolezeiras-descubra-quem-sao-e-o-quepensam-essas-meninas-04024E9B3162CCC14326/. Acessado em 10 de fevereiro de 2016.

https://www.youtube.com/watch?v=JMp-h54fweU. Acessado em 10 de fevereiro de 2016.

O periódico RUA utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.