Banner Portal
Des-construindo gênero em ciência e tecnologia
PDF

Palavras-chave

Tecnologia. Ciência. (Des) Construções Sociais

Como Citar

SILVA, Elizabeth Bortolaia. Des-construindo gênero em ciência e tecnologia. Cadernos Pagu, Campinas, SP, n. 10, p. 7–20, 2012. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/2134. Acesso em: 14 jun. 2024.

Resumo

Resumo

 

A des-construção de gênero em ciência e tecnologia é feita em relação a três temáticas principais: (1) universalidade, (2) políticas de localização, e (3) políticas de mudança. Enquanto a universalidade prescreve relações monolíticas de ciência e tecnologia, as perspectivas feministas (pós-estruturalista e pósmoderna) desafiam tal racionalidade argumentando que as formas de saber e poder na sociedade são construções sociais com interesses específicos de gênero e classe. Os projetos de mudança das estruturas de subordinação precisam trabalhar a unidade das categorias (entre elas: mulher) como um processo a ser alcançado na história, e não como coisa dada.

 

Abstract

 

The deconstruction of gender in science and technology is undertaken in relation to three main themes: (1) universality, (2) politics of location, and (3) politics of change. While universality prescribes monolithic relations in science and technology, feminist perspectives (post-structuralist and postmodern) challenge such rationality arguing that knowledge and power are social constructions, which reflect specific interests of gender and class. Proposals for political change in the structures of subordination need to work out the unity of categories (amongst them: woman) as a process to be achieved in history, not as a given.

PDF

Referências

BARRET, Michele and PHILLIPS, Anne. Introduction. In: BARRET, Michele and PHILLIP, Anne. (eds.) Destabilizing Theory. Cambridge, Polity Press, 1992

COCKBURN, Cynthia. Os homens e a geração de mudanças. Cadernos Pagu (10), 1998, pp.399-440.

CUNHA, Maria Amália. No brilho do verniz, a corrosão das operárias. Cadernos Pagu (10), 1998, pp.257-280

LOPES, Margaret. Aventureiras nas ciências: refletindo sobre gênero e história das ciências no Brasil. Cadernos Pagu (10), 1998, pp.345-368.

LORBER, Judith and FARRELL, Susan. Principles of gender construction. In: LORBER, Judith and FARRELL, Susan. (eds.) The Social construction of gender. New York, Sage, 1991

LORBER, Judith. Dismantling Noah's Ark. In: LORBER, J. and FARREL, Susan. (eds.) Op.cit. Artigo originalmente publicado em Gender and Society, 1986.

MOHANTY, Chandra Talpade. Feminist Encounters: Locating the Politics of Experience

NICHOLSON, Linda and SEIDMAN, Steven. Introduction. In: NICHOLSON, Linda and SEIDMAN, Steven. (eds.) Social Postmodernism. Beyond identity politics. Cambridge, Cambridge University Press, 1995.

OLIVEIRA, Fatima. Biotecnologias de procriação e bioética. Cadernos Pagu 10, 1998, pp.53-81.

RAPKIEWICZ, Clevi. Informática: domínio masculino? Cadernos Pagu (10), 1998, pp.169-200.

Relatório “Ciência e Tecnologia em São Paulo nos anos 1990”, FAPESP, Outubro 1997.

RIZEK, Cibele e LEITE, Marcia. Dimensões e representações do trabalho feminino fabril. Cadernos Pagu (10), 1998, pp.281-307.

SAYER, Andrew. Essentialism, social constructionism, and beyond. The Sociological Review 45 (3), agosto de 1997, pp.453-487.

SCAVONE, Lucila. Tecnologias reprodutivas: novas escolhas, antigos conflitos. Cadernos Pagu 10, 1998, pp.83-112.

SEGNINI, Liliana. Relações de gênero no trabalho bancário informatizado. Cadernos Pagu (10) 1998, pp.147-168

SILVA, Elizabeth B. Tecnologia e vida doméstica nos lares. Cadernos Pagu (10), 1998, pp.21-52.

SILVA, Elizabeth B. The Transformation of Mothering. In: SILVA, E. B. (ed.) Good Enough Mothering? Feminist Perspectives on Lone Motherhood. London, Routledge, 1996.

SOARES, Angelo. Automacao, (Des)Qualificação e Emoção nos Paraísos do Consumo. Cadernos Pagu (10), 1998, pp.113-146

TOSI, Lucía. Mulher e Ciência. A Revolução Científica, a Caça às Bruxas e a Ciência Moderna. Cadernos Pagu (10), 1998, pp.369-397.

VELHO, Léa e LEÓN, Elena. A construção social da produção científica por mulheres. Cadernos Pagu (10), 1998, p.309-344

WAJCMAN, Judy. Tecnologia de produção: empregando gênero. Cadernos Pagu (10), 1998, pp.201-255

WINNICOTT, D.W. Home is where we start from. Essays by a psychoanalist. Harmondsworth, Middlesex, Penguin, 1986.

Downloads

Não há dados estatísticos.