Gênero em perspectiva

  • Adriana Piscitelli Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Gênero

Resumo

.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Piscitelli, Universidade Estadual de Campinas
Graduação em Ciencias Antropológicas - Universidad de Buenos Aires (1979), especialização em Gender and Development - University of Sussex (1988), mestrado em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas (1990), doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (1999) e estágios pós-doutorais na Universidad Autónoma de Barcelona (2004, 2011,2013); na Universidad Autónoma de Madrid (2007), na Universitat Rovira e Virgili (2009) e na Universidad de Barcelona em 2014. Integrou o grupo fundador do Núcleo de Estudos de Gênero-PAGU, da Universidade Estadual de Campinas, no qual participou da coordenação no período 1997/2010 e novamente a partir de 2013. Integrou o Associate Editors Committee Biography and Memory (Amsterdam) (2001-2003), o Comitê Consultor do Centro Latinoamericano em Sexualidade e Direitos Humanos/CLAM (2004), o Comitê de Direitos Humanos da Associação Brasileira de Antropologia (2005); na qual coordenou o Comitê Permanente de Gênero e Sexualidade no período 211/2012, el foi Vice-Coordenadora na gestão 2013/2014. Foi Visiting Scholar no CLS da New York University (2004), e professora convidada na Universidad do Chile, na Universidad de Buenos Aires, na Universidad de Granada e na Universitá Ca Foscari. Atualmente é pesquisadora nível A da Universidade Estadual de Campinas, no Núcleo de Estudos de Gênero-PAGU, professora plena no Depto de Antropologia Social e no Doutorado em Ciências Sociais da mesma universidade, no qual coordenou a área de Gênero, no período 2008/2012. Integra o Comitê Permanente de Migrações da Associação Brasileira de Antropologia, o Comitê de Assessoramento da Coordenação do Programa de Pesq. em Ciências Sociais Aplicadas e Educação - COSAE/CNPq, o International Advisory Board da Revista Etnográfica (Lisboa), da Revista About Gender: International Journal of Gender Studies (Milão); Journal of Gender and Power (Lodz), o Consejo Asesor de la Revista Arxiu d'Etnografia de Catalunya, o Consejo Editorial da Revista Relaciones, da Sociedad Argentina de Antropologia, o Consejo Editorial da Revista Zona Franca, da Universidad de Rosario, Argentina, o Comitê Editorial da Revista Aex Aequo (Portugal), o Comitê Editorial do Cadernos PAGU, a Comissão Editoral da Coleção gênero e Feminismos da Editora da Unicamp, a Consultoria Editorial da Revista Bagoas, Estudos Gays, gênero e sexualidades e o Conselho Consultivo da Maestría en Estudios de Familia da Universidad Nacional de San Martin (Buenos Aires). Tem atuado principalmente nos seguintes temas: gênero, memória, parentesco, sexualidade, turismo sexual, prostituição, migrações, tráfico internacional de pessoas, teoria feminista e teoria antropológica. É autora dos livros Jóias de Família, gênero e parentesco em grupos empresariais brasileiros vinculados a famílias, Editora da UFRJ, Rio de Janeiro, 2006 e Trânsitos, brasileiras nos mercados transnacionais do sexo, EDUERJ/CLAM, 2013.

Referências

ALEXANDER, Jacqui e MOHANTY, Chandra Talpade. (eds.) Feminist Genealogies, Colonial Legacies, Democratic Futures. Routledge, 1997

ALMEIDA, Marlise Miriam de Matos. Pierre Bourdieu e o gênero: possibilidades e críticas. Série Estudos 94, IUPERJ, 1997

ALMEIDA, Miguel Vale de. Gênero, masculinidade e poder. Anuário Antropológico 95, 1996, p.185.

ALMEIDA, Miguel Vale de. Senhores de Si. Uma interpretação antropológica da masculinidade. Lisboa, Fim de Século, 1995

BOURDIEU, Pierre. Le Sens Pratique. Les Éditions de Minuit, 1980, pp.130-133.

BUTLER, Judith. Gender Trouble. Feminism and the Subversion of Identity. New York, Routledge, 1990.

Cadernos Pagu (8/9) – Gênero, narrativas, memória –, Campinas, UNICAMP, 1997

CONNELL, R.W. Masculinities. Theory and Society, vol. 22(5), October, 1993, pp.595-625.

CONNELL, R.W. Masculinities. University of California Press, 1995.

CORNWALL, Andrea e LINDISFARNE, Nancy. Dislocating Masculinity. Comparative Ethnographies

CORRÊA, Mariza. Bahia, Bombaim, Los Angeles & o cruzamento das fronteiras. Texto apresentado na Mesa-Redonda “Raça e Gênero”, V Congresso Afro-Brasileiro, SalvadorBahia, 1997.

Entre uma melanesianista e uma feminista. Cadernos Pagu (8/9) – Gênero, narrativas, memória –, Campinas, UNICAMP, 1997.

Giddens. The Constitution of Society, Polity Press, 1984

GRANT, Judith. Fundamental Feminism. Routledge, 1993.

GREWAL, Inderpal e KAPLAN, Caren. (eds.) Scattered Hegemonies. Postmodernity and Transnational Feminist Practices. University of Minnesota Press, 1994.

GUTMAN, Matthew C. Traficking in men: the anthropology of masculinity. Annual Review of Anthropology 26, 1997, pp.385-409.

HARAWAY, D. “Gender” for a marxist dictionary. In: Simians, Cyborgs and Women: The Reinventation of Nature. New York, Routledge, 1991.

HARRIS e YOUNG. Antropologia e Feminismo. Barcelona, Anagrama, 1979

HAWKESWORTH, Mary. Confounding Gender. Signs, vol. 22, n° 3, Spring 1997, pp.649-687.

KOFES, Suely. Categorias analítica e empírica, gênero e mulher: disjunções, conjunções e mediações. Cadernos Pagu (1), Campinas, UNICAMP, 1993.

LeGUINN, Ursula. The Left Hand of Darkness. Londres, Futura, 1988 [1969].

MACCall, Leslie. Does gender fit? Bourdieu, Feminism and Conceptions of Social Order. Theory & Society, vol. 21, n° 6, dezembro, pp.837-868, citado em ALMEIDA, Marlise Miriam de Matos. Op.cit.

MOHANTY, Chandra, RUSSO, Ann e TORRES, Lourdes. (eds.) Third World Women and thee Politics of Feminism. Indiana University Press, 1991

Novas formas econômicas: um relato das Terras Altas da Papua – Nova Guiné. Mana 4(1), abril de 1998

OKEKE, Philomina. Postmodern Feminism and the Political Economy of Cross-Cultural Scholarship in Sub-Saharan Africa. Conference Paper “Praxis Nexus: Feminist Methodology, Theory, Community”, University of Victoria, B.C., January 1996, p.6.

PARPART, Jane L. Who is the other?: A Postmodern Feminist Critique of Women and Development Theory and Practice. Development and Change, vol. 24.

RAMOS, Juliana. Trabalho Feminino e gênero na produção de uva em Petrolina. Dissertação de mestrado, Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social/UNICAMP, 1998.

REITER, Rayna. Toward an Anthropology of Women. New York, Monthly Review Press, 1975.

Revista de Estudos Feministas, vol. 3, nº 2, 1995

STRATHERN, Marilyn. Necessidade de pais, necessidade de mães. Revista de Estudos Feministas, vol. 3, nº 2, 1995.

STRATHERN, Marilyn. Self-interest and the social good: some implications of Hagen Gender Imagery. In: ORTNER, Sherry and WHITEHEAD, Harriet (eds.) Sexual Meanings. The Cultural construction of Gender and Sexuality. Cambridge University Press.

STRATHERN, Marilyn. The Gender of the Gift. University of California Press, 1988, p.ix.

YANAGISAKO, Sylvia e COLLIER, Jane. Toward a Unified Analysis of Gender and Kinship. In: YANAGISAKO, Sylvia e COLLIER, Jane. Gender and Kinhsip. Essays toward a Unfied Analysis. Stanford University Press, 1987, p.26.

Publicado
2013-01-01
Como Citar
Piscitelli, A. (2013). Gênero em perspectiva. Cadernos Pagu, (11), 141-155. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8634469