Banner Portal
Seis mulheres em verso
PDF

Palavras-chave

Poesia de mulher. Recorrêcias femininas. Literatura portuguesa. Literatura brasileira. Lteratura africana

Como Citar

LÚCIA DAL FARRA, Maria. Seis mulheres em verso. Cadernos Pagu, Campinas, SP, n. 14, p. 251–276, 2015. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8635356. Acesso em: 15 jun. 2024.

Resumo

Através do exame da obra poética de Florbela Espanca, Gilka Machado, Cecília Meireles, Zila Mamede, Adélia Prado e Paula Tavares, poetisas de lugares e tempos diferentes, o estudo busca conhecer o tratamento conferido a certas tópicas do universo feminino tais como o espaço doméstico, a sexualidade, o amor, a condição feminina.

Abstract

Through an analysis of the poetry works of Florbela Espanca, Gilka Machado, Cecília Meireles, Zila Mamede, Adélia Prado and Paula Tavares, women poets from different times and places, this study seeks to discover the way these poets dealt with such topics as the feminine world, the domestic place, sexuality, love and the female condition.

PDF

Referências

A Abóbora menina. Ritos de passagem, p.9.

A anona. Ritos de passagem, p.11.

A casa. O coração disparado, p.25.

À margem dum soneto. O dominó preto. Lisboa, Livraria Bertrand, 1982, pref. de Y. K. Centeno, pp.81-96.

BRASIL, Assis. (org., intr., not.) A poesia norte-rio-grandense no século XX. Antologia. Rio de Janeiro, Imago Editora, 1998, p.122.

CAMPOS, Humberto de. Crítica. Rio de Janeiro/São Paulo/Porto Alegre, W. M. Jackson, 1945, 2ª ed., p.400.

CANDIDO, Antonio. Na sala de aula (São Paulo, Editora Ática, 1985). In: AZEVEDO, Alvares. Meu sonho, capítulo “Cavalgada ambígua” (pp.38-53).

CORREIA, Natália. (org.) Antologia da poesia do período barroco. Lisboa, Moraes Editores, 1982, p.245.

Desenho. Mar absoluto e outros poemas, pp.265-266.

ESPANCA, Florbela. A nossa casa. Charneca em flor, p.224.

ESPANCA, Florbela. 'Sóror Saudade'. Livro de “Sóror Saudade”. Poemas (est. intr., org. e not. de Maria Lúcia Dal Farra). São Paulo, Martins Fontes Editora, 1997, segunda tiragem.

Falsa ode camoniana. Exercício da palavra.

Fotografia. O coração disparado. Rio de Janeiro, Editora Nova Fronteira, 1977, p.106.

Gilka Machado: a mulher e a poesia. Mulher & Literatura. V Seminário Nacional (org. Constância Lima Duarte), Natal, Editora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 1995, pp.17-30.

GOTLIB, Nádia Battella. Gilka Machado: a mulher e a poesia. Mulher & Literatura. V Seminário Nacional (org.Constância Lima Duarte), Natal, Editora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, 1995, pp.17-30.

GRIECO, Agrippino. As poetisas do Segundo Império. Evolução da poesia brasileira. Rio de Janeiro, José Olympio, 1947, 3ª ed. rev., p.93.

MACHADO, Gilka. Pêssegos. Rio de Janeiro, Irmãos Pongetti Editores, 1947, p.58.

MACHADO, Gilka. Poesias completas. Rio de Janeiro/Brasília, Cátedra/Instituto Nacional do Livro, 1978, pp.159-160.

MAMEDE, Zila. A outra face. Salinas. Navegos. Belo Horizonte, Editora Veja S.A., 1978, p.142.

MAMEDE, Zila. Soneto da fúria inútil”. Rosa de pedra, p.167.

MEIRELES, Cecília. Cavalgada. Viagem, p.116.

MEIRELES, Cecília. Sereia. Viagem. Obra poética. Rio de Janeiro, Editora Nova Aguilar S.A., 1983, Terceira impressão da Terceira edição, p.114.

Mulher no espelho. Mar absoluto e outros poemas.

O mamão. Ritos de passagem, p.15.

PADILHA, Laura Cavalcante. Um jogo de dissimulações: a fala poética de Paula Tavares. Mulher & Literatura, pp.319-325.

Passeio. Viagem, pp.132-133.

PRADO, Adélia. Casamento. Terra de Santa Cruz. Rio de Janeiro, Editora Nova Fronteira, S.A., 1981, p.31.

PRADO, Adélia. Com licença poética. Bagagem. Rio de Janeiro, Editora Nova Fronteira, 1976, p.19.

PRADO, Adélia. Louvação para uma cor. Bagagem, p.39.

Revista Encontro (Edição comemorativa dos 10 anos. Ano X, nº 9 e 10, de 1994.

Tardio canto. Vaga música, pp.167-168.

TAVARES, Paula. Ritos de passagem. Luanda, União dos Escritores Angolanos, 1985, p.30.

Um pássaro me hás de dar. O arado, p.112.

Downloads

Não há dados estatísticos.