Apresentação

  • Maria Lygia Quartim Moraes Universidade Estadual de Campinas

Resumo

O feminismo, como muitos movimentos políticos de vanguarda, foi sempre objeto do ataque e da desqualificação por parte de seus opositores. Ridicularizando suas defensoras como um bando de mulheres mal amadas ou reduzindo seus objetivos à “luta contra os homens”, os poderes dominantes nunca demonstraram qualquer tolerância com o feminismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Lygia Quartim Moraes, Universidade Estadual de Campinas
Maria Lygia Quartim de Moraes. Socióloga, formada em Ciências Sociais pela USP (1963-66), com cursos de pós-graduação na França e no Chile (1970-74). Doutorou-se em Ciência Política pela USP (1982) , defendeu sua livre-docência na UNICAMP (1997) e tornou-se professora titular da UNICAMP em 2004. Especialista em sociologia clássica é também pesquisadora das áreas de estudos sobre movimentos sociais, família e gênero, direitos humanos e memória política no período 1964-82. Publicou livros, capítulos de livros e artigos no país e no exterior.
Publicado
2016-03-29
Como Citar
Moraes, M. L. Q. (2016). Apresentação. Cadernos Pagu, (16), 8-12. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8644534
Seção
Apresentação