Políticas educacionais e gênero: um balanço dos anos 1990

  • Fúlvia Rosemberg Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Palavras-chave: Gênero. Política Educacional. Igualdade. Feminismo

Resumo

Este artigo tem por objeto descrever tendências, apontar avanços e lacunas nas políticas educacionais olhadas a partir de uma perspectiva de igualdade de gênero. Pretendo, assim, contribuir para a problematização da agenda hegemônica compartilhada pelo atual governo brasileiro, pelas organizações multilaterais e por segmentos importantes dos movimentos feministas, nacional e internacional.

Abstract: This article intends to describe tendencies, progresses and gaps in educational policy from the perspective of gender equality. I intend to problematize the hegemonic agenda shared by the current Brazilian government, multilateral organizations and important sectors of the feminist movement, both national and international.

Key words: Gender. Educational Policy. Equality. Feminism

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fúlvia Rosemberg, Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Possui graduação em Psicologia pela Universidade de São Paulo (1965) e doutorado em Psychobiologie de l'Enfant - Ecole Pratique des Hautes Etudes /Université de Paris (1969).
Publicado
2016-03-29
Como Citar
Rosemberg, F. (2016). Políticas educacionais e gênero: um balanço dos anos 1990. Cadernos Pagu, (16), 151-197. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8644544