Gêneros da produção cultural*

Autores

  • Heloisa Buarque Almeida Universidade Estadual de Campinas

Resumo

Mesmo quem nunca viu um exemplar de O Cruzeiro já ouviu falar da revista e de sua importância como mídia no Brasil entre as décadas de 30 a 60. A publicação periódica tratava de assuntos gerais, da crônica social, de temas políticos e culturais. Era uma revista que pretendia atrair “todo mundo” e que era lida por pessoas de diversas camadas sociais, faixas etárias, homens e mulheres. Foi a primeira publicação a apostar na publicidade como fonte de lucros para a editora (e não apenas na venda dos exemplares), além de ser um grande empreendimento de marketing, de cuidado técnico e visual (com vasto uso das fotografias), e com um elaborado esquema de distribuição por quase todo o território naciona

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Heloisa Buarque Almeida, Universidade Estadual de Campinas

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (1988), mestrado em Antropologia pela Universidade de São Paulo (1995) e doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (2001). Atualmente é professora doutora da Universidade de São Paulo, Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, tendo coordenado entre 2014-2015 o programa USP Diversidade, que visa combater as desigualdades de gênero, sexualidade e raça na universidade. Foi membro da Diretoria da Associação Brasileira de Antropologia na gestão 2013-2014, e atualmente é membro do Comitê de Gênero e Sexualidade da mesma associação. Tem experiência na área de Antropologia, com ênfase em Antropologia Urbana e Marcadores Sociais da Diferença, atuando principalmente nos seguintes temas: gênero, mídia, consumo, família, corpo, violência de gênero

Downloads

Publicado

2016-03-29

Como Citar

ALMEIDA, H. B. Gêneros da produção cultural*. Cadernos Pagu, Campinas, SP, n. 17-18, p. 389–396, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8644568. Acesso em: 30 nov. 2021.

Edição

Seção

Resenhas