Comentário

Autores

  • Pagu Cardenos Universidade Estadual de Campinas

Resumo

Gayatri Chakravorty Spivak é considerada, conjuntamente com Edward Said e Homi Bhabha, uma importante representante da produção teórica pós-colonial1 e é, ao mesmo tempo, uma crítica feminista relevante, em termos de sua influência na produção intelectual em escala global. Nascida em Calcutta no início da década de 1940, poucos anos antes que a Índia adquirisse independência do Império Britânico, Spivak estudou literatura inglesa e bengali na Universidade de Calcutta.2 Após fazer estudos de pós-graduação em Cornell e redigir uma tese de doutorado sobre Yeats, orientada por Paul de Man, ensinou em diversas universidades dos Estados Unidos sendo, no momento, professora na Universidade de Columbia. Spivak tornou-se conhecida ao publicar, em 1976, uma tradução para o inglês do livro De la Grammatologie, de Jacques Derrida. Para além de difundir essa obra entre o público de fala inglesa, essa publicação é considerada marcante pelo fato de incluir um prefácio inovador que, apresentando o autor como sujeito biográfico e como coleção de escritos publicados, oferece exemplos considerados brilhantes de prática desconstrutiva

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-03-30

Como Citar

Cardenos, P. (2016). Comentário. Cadernos Pagu, (19), 55–58. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8644579

Edição

Seção

Artigos