Melodrama comercial – reflexões sobre a feminilização da telenovela

Autores

  • Heloisa Buarque Almeida Universidade de São Paulo

Palavras-chave:

Telenovela. Gênero. Consumo. Publicidade

Resumo

Este artigo pretende explorar as associações entre telenovela e público feminino, demonstrando que há um grande interesse comercial nesta construção simbólica. Esta associação – cujas origens são históricas e culturais – tem também um aspecto útil para emissoras como a Rede Globo, na medida em que aproveita de outra associação simbólica forte no meio publicitário e de marketing, a que considera o consumo como uma prática feminina. Telenovela e consumo são fortemente associados ao espaço doméstico e à esfera familiar, conexões reforçadas pela própria indústria cultural e pela publicidade.

Abstract

This article intends to discuss the associations between soap-opera and female audiences, disclosing the commercial interests that lie behind this symbolic construction. This association – that has historical and cultural origins – leads to useful aspects for networks like Rede Globo, for it relies on another strong symbolic association in the realms of marketing and advertising, that which considers consumption a feminine practice. Soap-opera and consumption are both deeply connected to the domestic space and the family, and these connections are reinforced by advertising and the cultural industry.

Key Words: Soap-Opera. Gender. Consumption. Advertising

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Heloisa Buarque Almeida, Universidade de São Paulo

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (1988), mestrado em Antropologia pela Universidade de São Paulo (1995) e doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (2001). Atualmente é professora doutora da Universidade de São Paulo, Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social, tendo coordenado entre 2014-2015 o programa USP Diversidade, que visa combater as desigualdades de gênero, sexualidade e raça na universidade. Foi membro da Diretoria da Associação Brasileira de Antropologia na gestão 2013-2014, e atualmente é membro do Comitê de Gênero e Sexualidade da mesma associação. Tem experiência na área de Antropologia, com ênfase em Antropologia Urbana e Marcadores Sociais da Diferença, atuando principalmente nos seguintes temas: gênero, mídia, consumo, família, corpo, violência de gênero.

Downloads

Publicado

2016-03-30

Como Citar

ALMEIDA, H. B. Melodrama comercial – reflexões sobre a feminilização da telenovela. Cadernos Pagu, Campinas, SP, n. 19, p. 171–194, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8644584. Acesso em: 4 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos