Apresentação: gênero no mercado do sexo

Autores

  • Adriana Piscitelli Universidad de Buenos Aires

Resumo

Pensar nas marcas de gênero que atravessam o mercado do sexo é um desafio que remete a diversas ordens de questões. Antes de explorá-las, contudo, uma observação é necessária. Porque utilizar essa expressão, mercado do sexo, e não outra (prostituição, por exemplo)? O sexo comercial tem dado lugar a uma verdadeira indústria. Laura Agustín afirma que considerar os elementos que a integram conduz a perceber que nos deparamos não com “a prostituição”, mas com uma diversidade de trabalhos sexuais. E a lista é imensa, abarcando os desempenhados em bordéis, boates, bares, discos, saunas, linhas telefônicas eróticas, sexo virtual através da Internet, casas de massagem, serviços de acompanhantes, agências matrimoniais, hotéis, motéis, cinemas e revistas pornôs, filmes e vídeos, serviços de dominação e submissão/sado-masoquismo, prostituição na rua. Segundo a autora, para além de ocultar essa diversidade, o termo prostituição também pode obscurecer a compreensão de há, de fato, um mercado, e, portanto, desviar a atenção da demanda, dos diversos desejos das pessoas que procuram serviços sexuais

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Piscitelli, Universidad de Buenos Aires

Fez graduação em Ciencias Antropológicas - Universidad de Buenos Aires (1979), especialização em Gender and Development - University of Sussex (1988), mestrado em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas (1990), doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (1999) e estágios pós-doutorais na Universidad Autónoma de Barcelona (2004); na Universidad Autónoma de Madrid (2007), na Universitat Rovira e Virgili (2009) e novamente na Universidad Autónoma de Barcelona, em 2011 e 2013. Integrou o grupo fundador do Núcleo de Estudos de Gênero-PAGU, da Universidade Estadual de Campinas, no qual foi coordenadora ou coordenadora associada no período 1997/2010 e novamente Coordenadora Associada, a partir de 2013. Integrou também o Associate Editors Committee Biography and Memory (Amsterdam) (2001-2003), o Comitê Consultor do Centro Latinoamericano em Sexualidade e Direitos Humanos/CLAM (2004), foi Visiting Scholar no CLS da New York University (2004), integrou o Comitê de Direitos Humanos da Associação Brasileira de Antropologia (2005); foi professora convidada na Universidad de Buenos Aires (2006)

Downloads

Publicado

2016-04-04

Como Citar

Piscitelli, A. (2016). Apresentação: gênero no mercado do sexo. Cadernos Pagu, (25), 7–23. Recuperado de https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8644699

Edição

Seção

Apresentação

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>