Diferença, diversidade, diferenciação

Autores

  • Avtar Brah Universidade de Londres

Palavras-chave:

Interseccionalidades. Diferença. Teoria Feminista. Racismos. Gênero. Classe

Resumo

A primeira parte do texto trata das várias noções de “diferença” que surgiram na recente controvérsia sobre a categoria “negro” (black) como sinal comum para a experiência de grupos africanoscaribenhos e do sul da Ásia na Grã-Bretanha do pós-guerra. O objetivo é assinalar como “negro” operou como sinal contingente em diferentes circunstâncias políticas. A segunda seção considera as maneiras como questões de “diferença” foram enquadradas na teoria e na prática feministas durante as décadas de 1970 e 1980, tendo como foco principal o debate britânico. A autora conclui com um breve exame de algumas categorias conceituais usadas na teorização da “diferença”, sugerindo um novo quadro para análise.

Abstract

The first part of text adresses the various notions of “difference” that have emerged in the recent controversy about the category “black” as a common sign for the experience of African-Caribbean and South Asian groups in post-war Britain. The aim is to signal how “black” has operated as a contingent sign under different political circumstances. The second section is concerned with the ways in which issues of “difference” were framed within feminist theory and practice during the 1970s and 1980s. The primary focus is on the British debate. The author concludes with a brief examination of some conceptual categories used in the theorisation of “difference”, and suggests a new analytical framework.

Keywords: Intersectionalities, Difference, Feminism Theory, Racisms, Gender, Class

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-04-04

Como Citar

BRAH, A. Diferença, diversidade, diferenciação. Cadernos Pagu, Campinas, SP, n. 26, p. 329–376, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cadpagu/article/view/8644745. Acesso em: 24 set. 2021.

Edição

Seção

Artigos